Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/07/2018

    Rodada do Sebrae e Sicredi gera mais de R$ 880 mil em expectativa de negócios

    Ação faz parte de projeto para desenvolver cooperativismo financeiro em Mato Grosso do Sul e contou com a participação de 90 empresas

    ©Divulgação
    A 2ª Rodada de Negócios do Cooperativismo, realizada em Campo Grande nesta terça-feira (25) pelo Sebrae/MS e o Sicredi Campo Grande MS, gerou R$888,3 mil em expectativas de negócio.

    O evento, que aconteceu no Hotel Deville, reuniu 90 empresas em duas rodadas e na palestra “Inovação e Transformação no Ambiente de Negócios”, com Cláudio Forner, consultor, palestrante e conselheiro no programa “O Aprendiz”. 

    De acordo com Fábio José Wolski de Almeida, diretor executivo do Sicredi Campo Grande, em sua primeira edição, a iniciativa foi bem recebida pelos associados da cooperativa, que já ambientados com o modelo, demandaram uma segunda reunião. “Estamos buscando fazer com que, nesse momento de retomada econômica, sejam praticados os princípios do cooperativismo, como a intercooperação e a comercialização de produtos entre os próprios sócios”, destaca.

    A rodada de negócios faz parte do Projeto de Desenvolvimento do Cooperativismo Financeiro para Pequenos Negócios de Mato Grosso do Sul, parceria assinada entre as duas instituições em 2017. “As missões do Sebrae e do Sicredi são convergentes. Essa relação de confiança e cooperação traz qualificação, treinamentos, consultorias na área de gestão, inovação, e ações como esta, que fomenta negócios”, afirma Luiz Ishikawa, gerente regional do Sebrae/MS em Campo Grande.

    Oferta e demanda

    Segundo Luan Gomes, coordenador administrativo da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) - uma das empresas âncoras presentes, a Rodada de Negócios do Cooperativismo foi produtiva para captar novos contatos e divulgar as principais demandas da entidade. 

    “Temos uma gama muito grande de produtos e serviços necessários, sejam de limpeza, alimentícios, de escritório, reforma, etc. Muitos não conheciam todas as oportunidades que a Associação pode oferecer, outros sabiam parcialmente, então conseguimos expandir um pouco mais e prospectar fornecedores”, relata.

    Esta é a segunda vez que Samuel Braga Yamasaki, proprietário da Nippolimp, participa do evento. O empreendedor explica que a ação é uma forma de apresentar a empresa a possíveis compradores e aumentar as vendas. “A qualidade dos clientes é o que faz a rodada de negócios ser proveitosa. Ela proporciona pessoas que realmente querem adquirir produtos de qualidade”, declara.

    ASSECOM


    Imprimir