Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    11/07/2018

    ANTÔNIO JOÃO| Fapec divulga os gabaritos das provas do concurso público

    ©Ilustração
    Os gabaritos do concurso público da Prefeitura de Antônio João foram divulgados nesta quarta-feira, dia 11, pela Fapec, Fundação responsável pela aplicação das provas. Mais de 1,4 mil candidatos se inscreveram e participaram com registro de apenas 7% de ausências, conforme o levantamento feito pela Comissão do Concurso Público. 

    De acordo com informações do presidente da Comissão do Concurso Público, Afrânio Marques, foi registrado um total de 1.402 participantes aptos no processo e 95 ausentes, indicando menos 7% de ausências. “Nos dois períodos de aplicação de provas não foi registrada nenhuma ocorrência de anormalidade. É com imensa alegria que compartilhamos este saldo positivo. Em nome da Comissão do Concurso e de toda equipe do Poder Executivo agradecemos a colaboração de todos os envolvidos na consolidação desse marco importante na vida pública de Antonio João”, disse. 

    Segundo ele, no domingo passado, dia da aplicação das provas, foram feitas visitas aos três locais de provas: Escola Municipal Maika Sanabria; Escola Estadual Pantaleão Coelho Xavier e Escola Estadual Aral Moreira, juntamente com a coordenadora de concursos da Fapec, Juliana Oliveira; Dra. Morgana Borgodinon, procuradora jurídica da Fapec e a delegada de Polícia Civil, Dra. Aline Gonçalves. “O mais importante que observamos durante as visitas é que tudo transcorreu dentro das nossas expectativas, com tranquilidade, segurança e transparência”, ressaltou Afrânio Marques, acrescentando que os gabaritos estão sendo disponibilizados nesta quarta-feira no site da Fapec e também os candidatos que quiserem entrar com recursos já poderão se manifestar. 

    NECESSIDADE 

    Afrânio informou que havia três inquéritos instaurados pelo Ministério Público Estadual para apurar ilegalidades na contratação de servidores temporários. “A realização do concurso público era uma necessidade para que pudéssemos suprir setores da administração municipal como saúde, educação, assistência social, entre outros, de servidores efetivos depois de aprovados em um certame transparente realizado por uma instituição de credibilidade, como é a Fapec”, destacou. 

    O Tribunal de Contas do Estado também já havia recomendado a realização do concurso público para cumprir o que preceitua o artigo 37 da Constituição Federal, que tem a seguinte redação: “A administração pública direta ou indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: II – a investidura e cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração”. 

    ASSECOM 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS