Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    13/06/2018

    VÍDEO| Suspeito de matar militar durante assalto é preso em flagrante

    Assaltante foi preso duas horas depois do crime

    Rafael Soares foi vítima latrocínio na terça-feira (12) ©Reprodução/Facebook
    João Victor Gomes Costa, 20 anos, foi preso em flagrante por suspeita de ter assassinado a tiros o militar da Aeronáutica Rafael Lucas Soares, 23, na noite de terça-feira (12). O assaltante foi preso duas horas depois de cometer o crime na casa da namorada, localizada na mesma região dos tiros no Coophatrabalho, em Campo Grande.

    De acordo com a Polícia Civil, João Costa disse em depoimento que “estava no direito de atirar” no soldado para se defender, pois a vítima reagiu ao assalto. Antes de matar o militar, o suspeito fazia um arrastão no bairro e já tinha roubado quatro celulares de moradores.

    O assalto que terminou em morte foi registrado por uma câmera de segurança que estava apontada para o local do crime.

    João Costa está preso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. Ele será indiciado por latrocínio – roubo seguido de morte – e passará por audiência de custódia nesta quinta-feira (14).

    O crime

    Rafael Lucas Soares foi assassinado quando esperava em ponto de ônibus em frente à casa onde morava, na Rua Bacabá, para ir à faculdade onde faria uma prova. Ele foi abordado por João, que estava em uma moto Honda Titan vermelha e anunciou o assalto.

    O militar reagiu, momento em que foi atingido por dois tiros no abdômen e perna. O Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel) foram acionados, porém o rapaz morreu no local.

    O assaltante fugiu correndo a pé e deixou a moto e o celular no local do crime.



    Fonte: Midiamax
    Por: Richelieu Pereira e Thatiana Melo


    Imprimir