Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    15/06/2018

    Polícia identifica dois suspeitos de atirar contra prefeito na fronteira

    Dirceu Bettoni (PSDB) foi atingido por três disparos e não corre risco de morte

    Divulgação
    A Polícia Civil já identificou dois suspeitos de participar do atentado contra o prefeito de Paranhos, Dirceu Bettoni (PSDB), na noite de quinta-feira (14). “Já temos dois suspeitos, eles estão identificados e estamos atrás deles”, afirmou o delegado titular de Naviraí, Claudinei Galinari, um dos quatro delegados que compõem a força-tarefa que investiga o crime.

    Segundo o policial, nenhum dos suspeitos é o homem que foi flagrado por câmeras de monitoramento momentos antes do ataque. A imagem de um jovem com moletom branco chegou a ser divulgada pela polícia para a imprensa como sendo a do suspeito do crime. Essa versão, no entanto, foi descartada após o depoimento do rapaz, que procurou a delegacia para contar o que viu.

    “É uma testemunha que estava no local e viu o prefeito ser atingido, mas não consegue identificar o autor dos disparos”, completou o delegado. Segundo Galinari, o rapaz que aparece nas imagens prestou depoimento nesta sexta-feira na condição de testemunha. “Ele não está envolvido no crime”, reforçou o policial.

    O delegado não quis revelar os nomes dos suspeitos argumentando que poderia atrapalhar nas investigações e na captura dos homens, que estão sendo procurados por uma força-tarefa de policiais.

    Motivação

    O delegado conta que a polícia trabalha com várias linhas de investigação para a motivação do crime. “As únicas linhas que descartamos são a de roubo, vingança ou crime passional”, afirmou.

    Ainda segundo Galinari, as investigações estão avançadas.

    O crime

    O prefeito foi atingido por tiros na noite de quinta-feira (14) no momento em que chegava em casa na Rua Marechal Dutra, Centro de Paranhos. Dirceu chegava em sua caminhonete Hilux quando um homem em uma motocicleta fez vários disparos contra ele. Os tiros atingiram o maxilar, pescoço, ombro e abdômen.

    Familiares estavam em casa, quando o prefeito chegava. Eles escutaram os tiros e viram um homem com capacete correndo. 

    Ele recebeu os primeiros socorros do vice-prefeito, o médico Luciano Wagner Rodrigues, o Dr. Luciano (DEM). Segundo o médico, Bettoni chegou ao Hospital Municipal Nossa Senhora Conceição andando.Ele foi transferido para o hospital de Dourados, onde passou por duas cirurgias. Ele não corre risco de morte.

    Reforço

    Após cancelar a agenda que faria em Paranhos, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) autorizou que equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros) e o Bope (Batalhão de Operações Especiais) se desloquem para a cidade para ajudar nas investigações do crime.

    Por: Patrícia Penzin 


    Imprimir