Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/03/2018

    Mauricio Saito reforça papel da ciência na consolidação da produção de MS, em Dia de Campo em Ivinhema

    Evento foi realizado pelo Senar/MS em parceria com a Fundação MS

    © Divulgação
    O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e a Fundação MS realizaram, nessa quinta-feira (1º), o Dia de Campo sobre o cultivo de soja no Vale do Ivinhema. O objetivo foi mostrar aos produtores as possibilidades existentes no mercado e suas tecnologias.

    “Esse dia de campo demonstra, aos olhos dos produtores, a importância da cooperação técnica entre as entidades parceiras. Além da necessidade de estudo, temos que pensar na evolução da pesquisa e a integração do empreendedorismo rural com a comunidade científica”, declarou o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito.

    O presidente da Fundação MS, Luciano Mendes, ressaltou a importância da chegada da unidade na região. “A implantação dessa estação da Fundação MS possibilita estabilidade e segurança aos produtores, que têm encontrado um potencial enorme na cultura da soja no Vale do Ivinhema”, diz.

    A unidade de 15 hectares da Fundação MS em Ivinhema está instalada na Fazenda São Luiz. A parceria foi possível graças ao trabalho do sindicato rural do município. “Desde outubro do ano passado o trabalho tem sido intenso para análise de fatores, como a escolha das cultivares, condições climáticas, resistência às pragas e época correta de plantio. Estamos animados com a parceria para direcionar a produção”, afirma a presidente do Sindicato Rural de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul, Edy Elaine Tarrafel.

    Na propriedade, são analisadas 36 cultivares de soja, além da aplicação foliar de nutrientes, como magnésio, zinco, manganês, cobre e boro. “Necessitamos de tecnologia para poder produzir, já que aqui tem características climáticas específicas, com veranicos e teor de argila no solo e constituição variável. Nesses seis meses de pesquisa já percebemos as mais adaptáveis para região e que garantiram melhores resultados”, apontou o gerente da Fazenda São Luiz, Sidnei de Souza.

    Participaram do evento, o diretor tesoureiro do Sistema Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes; os presidentes dos sindicatos rurais de Jateí, José Pereira da Silva; Vicentina, Valter Dalla Valle; Bataguassu, Manoel Agripino Cecílio de Lima; Glória de Dourados, Edgar Yamato; Fátima do Sul, José Ricardo Casotti; Anaurilândia, Ligia Franciscon Ricardo; Itaporã, Otávio Vieira de Mello; Angélica, Antônio Gisuatto; Dourados, Lúcio Damalia, Nova Andradina, Hemerson Israel dos Santos; e de Santa Rita do Pardo, Florindo Cavalli Neto.

    Prestigiaram, ainda, a cerimônia o diretor-executivo da Fundação MS, Alex Melotto; o prefeito municipal, Éder Uilson França Lima; e o deputado estadual, Renato Câmara.

    Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul 
    Por: Rodrigo Corrêa


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS