Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    14/03/2018

    Deputado Dr. Paulo Siufi volta a cobrar SES pela falta de bolsas de colostomia em MS

    ©Divulgação/ALMS
    Após oito dias desde a apresentação do requerimento solicitando informações da Secretaria de Estado de Saúde – SES, a respeito da falta de bolsas de colostomia aos mais de 1800 pacientes Ostomizados do estado, o Deputado Estadual Dr. Paulo Siufi, Presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, voltou a cobrar a SES e o Governo do Estado pela falta de bolsas de colostomia.

    O deputado apresentou o requerimento logo depois que foi procurado pela Presidente da Associação dos Ostomizados de Mato Grosso do Sul (Aoms), Lana Maria Flores da Costa, que trouxe até ele as dificuldades que os pacientes ostomizados estavam enfrentando com a falta das bolsas.

    “Meu requerimento ainda não foi respondido e o prazo era de 24 horas. Fico muito triste com esta situação, pois solicitei essas informações no dia 06 de março e até agora não obtive nenhuma resposta e nem os ostomizados receberam as bolsas. Enquanto isso eles continuam sofrendo. Gostaria de receber as respostas, pelo direito dos Ostomizados”, clamou Dr. Paulo Siufi.

    Em resposta a solicitação de Siufi, o líder do Governo na Assembleia afirmou que entrou em contato com o secretário da SES, Carlos Alberto Coimbra, que garantiu estar organizando a aquisição das bolsas para esta semana.

    As bolsas de colostomia são compradas pelo Governo do Estado, repassadas aos municípios que entregam aos centros especializados ou às Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs).

    O ostomizado é aquele indivíduo que utiliza bolsas coletoras para fezes ou urina que ficam aderidas na pele e têm a função de coleta e depósito, devido à necessidade de desviar o trânsito urinário ou intestinal. Cada paciente troca de bolsa a cada 3 dias ou conforme seu preenchimento.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS