Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    13/03/2018

    Advogado Jail Azambuja é preso pela Polícia Federal em Campo Grande

    Decisão é da Justiça Federal do Paraná

    © Arquivo
    Foi preso na tarde desta terça-feira (13), em Campo Grande, o advogado Jail Benitez Azambuja, ex-advogado do ex- prefeito, Gilmar Olarte. A prisão, cumprida pela Superintendência da Polícia Federal da Capital, foi determinada pela Justiça Federal do Paraná.

    Entramos em contato com a assessoria de comunicação do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) que informou que a prisão de Jail tem tramitação sigilosa e por este motivo nenhuma informação será divulgada.

    Informações preliminares dão conta de que o advogado será levado para o Paraná onde deve prestar depoimento, Os motivos que levaram à prisão ainda são desconhecidos.

    Em novembro de 2009, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região condenou o suspeito a 10 dias de prisão e determinou sua aposentadoria proporcional compulsória no cargo de juiz federal titular de Umuarama, no Paraná. A decisão foi tomada pelo Plenário do TRF4. Azambuja era suspeito de ter forjado um atentado contra ele mesmo, no dia 28 de fevereiro de 2008.

    Em 2016, Azambuja foi condenado a pagar dez salários mínimos, pouco mais de R$ 8,8 mil, por tentar protelar duas vezes a ação que Olarte responde por corrupção passiva, caso conhecido como dos 'cheques em branco'. No entanto, um mês depois, o Tribunal de Justiça suspendeu a decisão que o obrigava a pagar a multa.

    Fonte: Midiamax
    Por: Clayton Neves


    Imprimir