Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/02/2018

    Operação Lei Seca: Detran irá intensificar fiscalização durante o Carnaval

    Resultados acima de 0,34mg/l são considerados crime de trânsito.

    © Divulgação
    Durante as festas de Carnaval, os agentes de fiscalização do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) irão agir em conjunto com a Bptran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito) na ‘Operação Lei Seca’, que começa nesta sexta-feira (9). Os municípios alvos das ações são Campo Grande, Corumbá, Ladário, Bodoquena e Bonito e o objetivo é diminuir os acidentes com condutores embriagados envolvidos.

    Conforme o Detran, serão 33 agentes do departamento e 236 policias militares atuando com as ações educativas e de fiscalização até a próxima quarta-feira (14).

    O órgão alerta para o estabelecido no Código de Trânsito Brasileiro, que o condutor que foi flagrado dirigindo sob efeito de álcool ou que se recusar a fazer o teste do bafômetro será multado em R$ 2.934,70. Em caso de reincidência no período de 12 meses, a pena será dobrada, ou seja, o valor sobe para R$ 5.869,40, além da cassação da CNH por dois anos.

    Conforme o Detran, nos casos em que o resultado do bafômetro for superior a 0,34mg/l serão considerados crime de trânsito, com punição prevista de seis meses a três anos de detenção, pagamento de multa, recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir por até um ano.

    Segundo o responsável pela assessoria militar do Detran, coronel José Amorim Longatto, as equipes atuarão para reduzir o número de pessoas que ingerem bebidas alcoólicas e dirigem. “As ações têm como foco o combate à embriaguez no trânsito, que tende a aumentar em decorrência do carnaval. Assim como as demais infrações como por exemplo, a falta do uso do cinto de segurança”, conclui.

    Fonte: Midiamax
    Por: Raiane Carneiro, com informações da assessoria


    Imprimir