Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    28/02/2018

    Com 41% dos votos, sobá é eleito em votação popular como prato típico de Campo Grande

    Foto: Geronimo Interlandi
    A população de Campo Grande votou e escolheu o sobá como o prato que representa a identidade gastronômica local. Com 41% dos votos, o prato concorreu com o espetinho (32%) e o arroz carreteiro (27%). O concurso, lançado no dia 21 de outubro de 2017 pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), contou com a participação de mais de 15 mil votos.

    O anúncio do resultado do concurso, cujas votações encerraram no dia 21 de janeiro de 2018, foi feito no final desta manhã, pelo prefeito Marquinhos Trad. Na opinião do chefe do Executivo, esse é de fato o prato que melhor representa a gastronomia da Capital.

    “O sobá é de fato o prato diferencial de nossa cidade. Quando você vai a outras cidades você pode ser levado a degustar um espetinho ou saborear o arroz carreteiro, mas, dificilmente você vai achar um local que ofereça o sobá, que não seja aqui em Campo Grande. A escolha foi democrática com uma expressiva participação dos campo-grandenses. Na minha opinião, o sobá é ‘a cara’ de Campo Grande”, justificou Marquinhos.

    A titular da Sectur, Nilde Brun destaca que a participação da sociedade foi muito importante e é o retrato fiel da vontade do povo. “Existem muitas maneiras de conhecer a identidade de um povo, sendo que a gastronomia é uma das mais ricas formas dessa identificação. A mistura de ingredientes com os temperos, a maneira de preparar e servir, e o prazer do convívio à mesa, tudo está inserido na cultura de uma localidade. A ideia do concurso nasceu da necessidade de valorizar essa identidade gastronômica local, visto que o segmento é prioritário, conforme estabelece o Plano Municipal de Turismo de Campo Grande”, disse a secretária de Cultura e Turismo.

    O Sobá, que adquiriu o status de bem cultural de natureza imaterial, por meio do Decreto Municipal n° 9.685, de 18 de julho de 2006, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), composto por macarrão servido com carne bovina, cebolinha e omelete em tiras.

    O concurso

    A elaboração do concurso aconteceu durante seis meses, em que foram realizadas diversas reuniões com escolas de gastronomia, universidades, historiadores e profissionais da área, e após estudos foi decidido que o sobá, o espetinho e o arroz carreteiro deveriam ser o três finalistas, principalmente por ter um dos principais produtos consumidos na Capital: a carne bovina.

    A composição dos três pratos disponíveis para votação durante o concurso foi a seguinte: arroz carreteiro (com ovo frito e mandioca frita); espetinho (com arroz branco, vinagrete e mandioca) e o sobá (com carne bovina, omelete de ovos em tiras e cebolinha).

    Em nome da Comissão Sul-mato-grossense de Folclores (CSMFL), a arte educadora e folclorista Marlei Sigrist falou da autenticidade do concurso, que envolveu toda a sociedade civil organizada e foi elaborado a partir da história dos hábitos alimentares da população local. “Foram seis meses de estudos e pesquisas, envolvendo muitas pessoas para que pudéssemos ter um retrato fiel dos hábitos alimentares das pessoas que vivem em Campo Grande. Neste sentido a carne bovina, que é a base da economia local, foi escolhida como ingrediente indispensável na preparação e formação desses pratos”, explicou.

    Sistema de votação

    A votação ocorreu em diversos locais e eventos da cidade, como o espaço da Cidade do Natal, Morada dos Baís, Praça Ary Coelho, Central do Cidadão, Camelódromo, Mercadão Municipal, Feira Central, Feira da Vila Jacy, Feira do Bairro Guanandi, Feira do Bairro Piratininga, Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedesc), e em grandes redes de supermercados.

    Outra opção disponibilizada pela prefeitura foi o site https://goo.gl/fS6VfL. Uma equipe formada pela Sectur, Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec) e comissão realizou a contagem e validação dos votos. O resultado foi anunciado nesta quarta-feira pelo prefeito Marquinhos Trad, durante coletiva à imprensa.

    Quem votou no concurso “Prato Típico de Campo Grande” concorreu a um jantar para até oito pessoas. A escolha aconteceu por meio de um sorteio, realizado durante o ato de anúncio do resultado do concurso e foi acompanhado pelos jornalistas que estavam presentes e pela comissão do concurso. O nome contemplado foi o de Maria Lúcia F. Arantes. A comida principal do jantar será o prato ganhador: sobá.

    Parceiros

    Prefeitura de Campo Grande, Sectur, Serviço Nacional de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae/MS), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/MS), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande (Afecetur), Instituto Gastronômico das Américas (IGA).

    E, também, o Centro de Educação Profissional Ezequiel Ferreira Lima (CEPEF), Universidade Anhanguera-Uniderp, Sindicato dos Nutricionistas (Sindinutri/MS), Comissão Sul-mato-grossense de Folclore, Instituto Paulo Machado, Associação dos Chefes de Campo Grande, Fundação de Turismo de MS, Comer e Beber MS, Brasil Food Safaris, Fundtur, Casa Amarela Restaurante, UCDB e Comissão Sul-mato-grossense de Folclore (CSMFL).


    Fonte: ASSECOM


    Imprimir