Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/01/2018

    Polícia quer pedir bloqueio de contas de suspeito de matar a mulher

    A polícia suspeita que Renato tenha fugido para São Paulo ou Rio de Janeiro. As policias dos dois Estados já foram alertadas sobre o caso.

    Renato Bastos Ottoni continua foragido - Reprodução
    Na tentativa de capturar Renato Bastos Ottoni, 62 anos, suspeito de matar a mulher com três tiros, no fim da tarde de domingo (14), a Polícia Civil pode pedir o bloqueio das contas bancárias dele. O homem está foragido desde o dia que cometeu o crime. A polícia suspeita que Renato tenha fugido para São Paulo ou Rio de Janeiro. As policias dos dois Estados já foram alertadas sobre o caso. 

    A delegada Letícia Móbis, responsável pelo caso, disse que o rastreamento do telefone celular e o possível bloqueio de contas bancárias e de cartões de crédito são táticas comuns em casos assim. "Não temos, ainda, como fazer o bloqueio de contas, mas essa possibilidade existe", explicou ao site JP News.

    A medida depende de autorização judicial, que pode ser solicitada junto com um possível pedido de prisão preventiva de Ottoni. O rastreamento de celular também depende de autorização judicial. A delega não quis dar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. 

    Caso 

    O crime aconteceu na casa onde a vítima morava com as três filhas de 15, 5 e 3 anos, no Jardim Santa Júlia, em Três Lagoas, distante 338 quilômetros de Campo Grande. As duas meninas mais nova, que são filhas do casal, presenciaram o crime, conforme a polícia.

    A adolescente de 15 anos relatou que estava no quarto, quando ouviu disparos de arma de fogo e a mãe pedindo “pelo amor de Deus para o autor não atirar”. Em seguida, a garota ouviu um terceiro disparo e um barulho no interfone, indicando que alguém abria o portão.

    Ela, então, saiu do cômodo e encontrou a mãe caída na cozinha embaixo de uma poça de sangue. Já o padrasto, havia fugido com um veículo Cruze, de cor cinza. A vítima, segundo a polícia, foi morta com três tiros, sendo na região das costas, pescoço e nuca.

    Fonte: campograndenews
    Por: Viviane Oliveira


    Imprimir