Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/12/2017

    Homem que matou esposa grávida, diz: 'Ela não percebeu que ia morrer'

    A mulher ia dar à luz no dia seguinte ao que foi morta; o bebê que ela esperava não sobreviveu

    © Divulgação/SSP-BA
    O suspeito de matar a esposa prestes a dar à luz, Adilson Prado Lima Júnior, de 25 anos, confessou nesta quarta-feira (20), em depoimento, que a mulher, Daiane Reis Mota, de 25 anos, não percebeu que ia morrer. O crime aconteceu na cidade de Serrinha, a 170 Km de Salvador, na Bahia.

    A informação foi obtida pelo portal 'G1', ao entrevistar o coordenador de polícia em exercício na região, Hildebrando Silva. A jovem foi morta com um tiro na nuca. O corpo dela foi encontrado domingo (17), e o parto estava marcado para a segunda-feira (18).

    Adilson Prado Lima Júnior, de 25 anos, confessou o crime e disse que matou a jovem após encontrar mensagens no WhatsApp dela, mas não apresentou à polícia as mensagens que disse ter visto no celular da mulher. O bebê que ela esperava não sobreviveu.

    "Ele disse que ela não viu que ele ia matar ela. Ele disse que ao ver a mulher no chão, chegou a apontar a arma para a cabeça dele e não teve coragem de atirar, mas ele teve coragem de matar uma mulher grávida que esperava a filha dele", disse.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS