CAMPO GRANDE (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    10/05/2021

    CAPITAL| Maiores de 18 anos com doenças pré-existentes se vacinam contra Covid nesta terça-feira

    Além das pessoas com comorbidades, indivíduos com deficiência permanente, com 18 anos ou mais poderão se imunizar. O reforço da AstraZeneca será aplicado naqueles que receberam a primeira dose até 11 de março.

    Maiores de 18 com comorbidades poderão se vacinar contra Covid em Campo Grande ©Reuters/Via BBC
    A prefeitura de Campo Grande iniciará nesta terça-feira (11), a aplicação da primeira dose da vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades e deficiência permanente, com 18 anos ou mais. O atendimento acontece a partir das 7h30 em alguns pontos de imunização.

    A vacinação é voltada para pessoas que tenham uma das comorbidades relacionadas no Plano Nacional de Imunização (PNI) como prioritárias para a vacinação contra a Covid-19. É necessário apresentação do laudo médico no ato da vacinação. As doenças pré-existentes são:
    • Diabetes mellitus;
    • Pneumopatias crônicas graves;
    • Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
    • Hipertensão arterial estágio 3;
    • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;
    • Insuficiência cardíaca (IC);
    • Cor-pulmonares e Hipertensão pulmonar;
    • Cardiopatia hipertensiva;
    • Síndromes coronarianas;
    • Valvopatias; Miocardiopatias e Pericardiopatias;
    • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
    • Arritmias cardíacas;
    • Cardiopatias congênita no adulto;
    • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;
    • Doença cerebrovascular;
    • Doença renal crônica;
    • Imunossuprimidos;
    • Hemoglobinopatias graves;
    • Obesidade mórbida Índice de massa corpórea (IMC) ≥ 40;
    • Cirrose hepática.
    Pessoas com deficiência permanente deverão comprovar a limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou se locomover, como subir e descer escadas. São documentos válidos:

    Laudo médico que indique a deficiência; Cartões de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência; Documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência; Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência.

    Para evitar filas e aglomeração, é necessário a realização do cadastro no sistema de identificação prévia, através deste site.

    Segunda dose

    A aplicação do reforço da AstraZeneca segue para pessoas que tomaram a primeira dose do imunizante até o dia 11 de março. Para pessoas que receberam a CoronaVac, a imunização foi suspendida, pois a vacina produzida pelo Instituto Butantan acabou na capital.

    Aqueles que farão a dose de reforço de Astrazeneca poderão procurar as unidades de saúde, drives e polos, durante os respectivos horários de funcionamento.

    Onde se vacinar?
    • Drive-thru Albano Franco - das 7h30 às 22h;
    • Drive-thru Ayrton Senna - das 7h30 às 22h;
    • Drive-thru Cassems - das 7h30 às 17h;
    • Guanandizão - das 7h30 às 17h;
    • IMPCG - das 13h30 às 19h30;
    • Seleta - das 7h30 às 16h45;
    • Unidades de Saúde - das 13h às 16h45.

    Por José Câmara, G1 MS


    ***