CAMPO GRANDE (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/02/2019

    Senar/MS atende demanda de ovinocultores que buscam aumentar produção, com qualidade

    Assistência Técnica do Senar/MS preenche lacuna de gestão da ovinocultura

    ©DIVULGAÇÃO
    Com 350 mil cabeças, Mato Grosso do Sul tem vocação pecuária também para ovinocultura. Como vimos na matéria sobre Mercado Agropecuário, publicada na segunda-feira (25), a demanda é maior que a oferta. 

    Apesar do cenário positivo, o gargalo do setor está na gestão, fator que pode ser sanado, segundo o técnico de campo do programa de ATeG – Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, o médico veterinário, Custódio Júnior. “O diagnóstico realizado na propriedade identifica tudo que, de certa forma, pode estar prejudicando o desenvolvimento do negócio. Algumas ferramentas de organização como calendário sanitário e melhorias na nutrição garantem resultados e fixam o produtor na atividade”, explica. 

    Em menos de um ano de atendimento, a iniciativa assiste ovinocultores nos municípios de Campo Grande, Terenos, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Figueirão, Camapuã, Aquidauana, Miranda e Corguinho. A meta para 2019 é assistir 40 ovinocultores e incluir na lista propriedades de Chapadão do Sul, Três Lagoas, entre outros.

    A iniciativa foi uma demanda dos próprios ovinocultores que perceberam que existia uma dificuldade na comercialização.

    Muitas dúvidas norteiam a rotina do criador de ovinos, entre elas, o custo de produção, o manejo, os assuntos relacionados a sanidade e a própria venda dos animais produzidos, neste caso, existe a dificuldade na formação de carga para viabilizar o transporte dos animais. “Muitos ovinocultores atuam profissionalmente no setor mas receber a contribuição da Assistência Técnica impulsiona a troca de experiências, trouxe novas tecnologias, além do compartilhamento de conhecimento entre os participantes do programa em eventos como Dias de Campo, feiras e cursos de Formação Profissional Rural. É uma via de várias mãos”, esclarece o coordenador do Pró-Ovinos, André Nunes.

    Educação no Campo – Todas as quartas-feiras, o Senar/MS apresenta alguma opção de qualificação em uma cadeia produtiva específica do Agro.

    Se você já é produtor desta cadeia e quer melhorar alavancar sua produtividade ou se você é novo neste ramo e quer saber mais sobre este segmento, procure pelo Sindicato Rural do seu município e fale do interesse. 

    Informações sobre o mercado de ovinocultura você confere clicando aqui. No site do senarms.org.br você confere os cursos para esta cadeia produtiva. 


    Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul 
    Por: Ellen Albuquerque


    Imprimir