Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/12/2018

    Bolsonaro diz que ex-assessor tinha dívida com ele e pagou à 1ª dama

    Presidente eleito disse nesta sexta (7) que os R$ 24 mil pagos em cheque pelo ex-assessor de seu filho à sua mulher, Michelle, se referem ao pagamento de uma dívida

    ©Reuters / Ricardo Moraes 
    O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse nesta sexta (7) que os R$ 24 mil pagos em cheque pelo ex-assessor de seu filho à sua mulher, Michelle, se referem ao pagamento de uma dívida.

    "Emprestei dinheiro para ele em outras oportunidades. Nessa última agora, ele estava com um problema financeiro e uma dívida que ele tinha comigo se acumulou. Não foram R$ 24 mil, foram R$ 40 mil. Se o Coaf quiser retroagir um pouquinho mais, vai chegar nos R$ 40 mil", disse Bolsonaro ao site O Antagonista.

    Segundo Bolsonaro, os recursos foram para a conta de Michelle porque ele não tem "tempo de sair". "Essa é a história, nada além disso. Não quero esconder nada, não é nossa intenção."

    O presidente eleito disse que Fabrício José Carlos de Queiroz é seu amigo e que os dois se conheceram em 1984, quando estavam no Exército.

    Ele afirmou ao site que se surpreendeu com a citação de Queiroz em um relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) por movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão. Bolsonaro disse que cortou contato com o amigo até que ele se explique aos investigadores. 

    NAOM-Com informações da Folhapress.



    Imprimir