Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/11/2018

    Bolsonaro escolhe Bebianno como ministro da Secretaria-Geral

    Advogado é um dos principais aliados do presidente eleito e foi o responsável por negociar sua filiação com o PSL

    ©REUTERS
    O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), escolheu o advogado e ex-presidente do PSL Gustavo Bebianno como ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República.

    Bebianno é um dos principais aliados de Bolsonaro e foi o responsável por negociar a filiação do eleito com o PSL. Ele é também o primeiro nome da legenda indicado para ocupar um ministério.

    O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (21) em Brasília, após reunião de Bolsonaro com toda a equipe do governo de transição.

    Ficará a cargo de Bebianno, a exemplo do que é hoje, a Secom (Secretaria de Comunicação), o PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) e a EPL (Empresa de Planejamento e Logística).

    "É uma honra receber a responsabilidade", disse o futuro ministro. Segundo ele, uma de suas principais atribuições será acompanhar o trabalho de todo o governo por meio da modernização do Estado. "O interesse é que o contribuinte seja bem atendido". 

    NAOM-Com informações da Folhapress.


    Imprimir