Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    20/08/2018

    MPE pede que TSE recuse candidatura de Lula: 'Está inelegível'

    Para o Ministério Público Eleitoral, o ex-presidente, preso em Curitiba, não pode concorrer em razão da lei da Ficha Limpa

    ©Paulo Whitaker / Reuters 
    O vice-procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, reiterou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta segunda-feira (20) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está inelegível.

    Medeiros manifestou-se no processo de registro de candidatura de Lula a respeito das iniciativas de quatro cidadãos que acionaram o tribunal para informar sobre o fato de o petista ter sido condenado em segunda instância -o que o enquadra na Lei da Ficha Limpa.

    "O candidato está inelegível, e o mesmo fato fundamenta a impugnação apresentada pelo Ministério Público Eleitoral. Nestes termos, embora legítima a iniciativa dos cidadãos em apresentar notícias de inelegibilidade, não há, no caso, reflexos nas providências já adotadas pelo Ministério Público Eleitoral", escreveu o vice-procurador-geral Eleitoral.

    "O Ministério Público Eleitoral manifesta-se pelo reconhecimento da causa de inelegibilidade noticiada, com o consequente indeferimento do registro de candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, reiterando-se, na oportunidade, todos os termos da impugnação apresentada." 

    NAOM-Com informações da Folhapress.


    Imprimir