Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    30/08/2018

    De desafios do setor ao bem-estar animal, Encontro Técnico do Leite abordará principais temas da cadeia produtiva

    ©Divulgação
    Um dia totalmente voltado para debater assuntos da pecuária leiteira. Esse será o ritmo da sexta-feira (31), no 21º Encontro Técnico do Leite. O evento é uma realização do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, do Sindicato Rural de Campo Grande e da Associação dos Criadores de MS. A programação terá início às 8h, na sede da Acrissul.

    Na primeira palestra, o coordenador do Programa Nacional de Melhoramento Genético da raça, André Rabelo Fernandes, trará informações sobre a produção de carne, leite e genérica com a raça Gir. “Vamos falar sobre a chegada da raça no Brasil e seu perfil, entre ele: baixo custo de produção, manejo mais simples e menos insumos, essas características são atrativas, no que diz respeito à meta de produtividade”.

    As deficiências do setor e a estrutura da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite) serão apresentadas pelo presidente da instituição, Geraldo de Carvalho Borges. “Na palestra, vou abordar as mudanças da cadeia produtiva após o surgimento da entidade e os mecanismos de atuação e filiação”, comenta o palestrante.

    O bem-estar é importante para a produção de leite? A pergunta será respondida sistematicamente na palestra Conforto de Vacas Leiteiras a Pasto e as Vantagens do Girolando, que será conduzida pelo diretor-técnico da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, José Renato Chiari. “O que o produtor deve saber e fazer e as diferenças de adaptação dos animais para alcançar resultados satisfatórios”.

    Sobre o evento 

    O encontro será na Acrissul, na Rua Américo Carlo da Costa, 320, em Campo Grande, com início às 7h30 e previsão de encerramento às 16h30. O evento é gratuito.

    Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul
    Por: Ellen Albuquerque


    Imprimir