Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    04/12/2017

    VÍDEO| Reconhecido por testemunhas, homem é preso por matar idosa com 50 facadas

    Marcelo Gonçalves, o Periquito, negou o crime e acusou amigo (Foto: Adilson Domingos)
    Foi preso na manhã de hoje (4) o homem suspeito de matar uma idosa de 73 anos com pelo menos 50 facadas, na noite de ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Marcelo da Silva Gonçalves, 29, o “Periquitinho”, foi localizado pela Polícia Militar na região do Jardim Flórida, tentando fugir da cidade. Nilza Fernandes foi morta na aldeia Bororo, onde Marcelo também mora.

    Levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Marcelo negou o crime e acusou um amigo, identificado como Jackson, como mostra o vídeo abaixo. Entretanto, testemunhas o apontaram como autor do assassinato.

    Nilza Fernandes foi morta possivelmente devido a uma rixa entre famílias rivais, que disputam território na região. Segundo boletim de ocorrência, uma testemunha revelou à polícia que o suspeito pela morte da indígena, o "Periquitinho", chegou à casa procurando por ela, por volta das 21h e, logo em seguida, a golpeou várias vezes.

    Após escutar os gritos da idosa, a testemunha afirmou ter visto o autor fugir correndo do local. Nilza foi atingida nas mãos, pescoço e rosto. Lideranças da aldeia entregaram os documentos do suspeito aos policiais e Marcelo foi localizado no bairro Altos do Indaiá, próximo ao Hospital Universitário. Já procurado pela Justiça, ele vai ser autuado em flagrante por homicídio.



    Fonte: campograndenews
    Por: Helio de Freitas, de Dourados  (Colaborou Adilson Domingos)


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS