Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    04/12/2017

    Sessão Magna da Academia Maçônica de Letras

    © Divulgação
    A Academia Maçônica de Letras de Mato Grosso do Sul fará sessão magna em 09 de dezembro de 2017, no salão de Festas do Grande Oriente do Brasil – Mato Grosso do Sul, sito à Rua São Félix, 789 – Vilas Boas – Oriente de Campo Grande/MS, para dar posse à nova Diretoria e Conselho Fiscal, assim constituída: Diretoria: Presidente: poeta e escritor Antônio Alves Guimarães (Guimarães Rocha) – (GOBMS); vice-presidente: escritor Orlamar Teixeira Gregório – (GOBMS); secretário: poeta e escritor Jeová Neves Carneiro – (GOBMS); secretário adjunto: escritor e cronista João Pedro Santana Pereira - (GOMS); tesoureiro: poeta e escritor José Valdecir Sousa Martins – (GLEMS); tesoureiro adjunto: escritor Gilberto Begena – (GOMS); relações públicas: escritor José Resina Fernandes Junior – (GOMS); relações públicas adjunto: escritor Antônio Carlos Rios – (GOBMS); Conselho Fiscal: presidente – Historiador Gilson Rodolfo Martins (GOBMS); membros: escritor Baldomero B. da Silva –(GOMS); escritor Ademir Batista de Oliveira (GLEMS); suplentes: escritor Gildo Sandoval Campos (GLEMS); escritor Carlos Frederico Corrêa da Costa – (GLEMS).

    A Academia Maçônica de Letras de Mato Grosso do Sul (AML/MS) foi fundada em Campo Grande/MS, em 13 de maio do ano de 1999, pelas três potências maçônicas regulares existentes no estado: Grande Oriente do Brasil; Grande Loja Maçônica e Grande Oriente de Mato Grosso do Sul. Tem como finalidade difundir, cultuar e cultivar a cultura, as letras maçônicas e congregar os maçons que se dedicam às letras em geral, com duração ilimitada e sede à rua São Félix, 789, Vilas Boas, em Campo Grande/MS.

    A nova diretoria foi eleita com o lema: “ALEGRIA DE VIVER PELO PRAZER DE SERVIR” e tem o plano de trabalho definido que enche de esperanças seus membros. Eis alguns:

    1 – “Valorização da família e o fortalecimento da Arte Real”, promovendo concursos literários para estudantes e maçons; 2 – I Encontro de Academias Maçônicas de Letras do Brasil; 3 – reeditar a Revista da Academia; 4 – publicar um jornal trimestral para o Sodalício; 5 – criar a “Roda de Leitura”, em homenagem ao irmão Daniel Reis, pelo seu incentivo à leitura, cujo início será pelos próprios acadêmicos, em que cada participante doará um livro. Poderá escolher um por mês, devolvendo-o ao final. (Coordenado pelo acadêmico Rios). A pretensão é ampliar com pessoas que queiram participar deste referido projeto. Levam um livro e trocam por outro. Assim, fortaleceremos a pratica de leituras; 6 – desenvolver ações de políticas culturais voltadas para o fortalecimento da sociedade e da Academia, assegurou o presidente Guimarães Rocha, titular da cadeira 13, que tem como patrono o intelectual Rui Barbosa.

    CONHEÇA O NOVO PRESIDENTE

    Guimarães Rocha (Antônio Alves Guimarães) é poeta/escritor; membro efetivo da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras; da Academia Maçônica de Letras de Mato Grosso do Sul; da Academia de Letras e Estudos de Corumbá/MS e Fundador da União Brasileira de Escritores/MS.

    Nasceu em Quixeramobim (CE), em 03 de julho de 1953, sendo seus pais José do Nascimento Guimarães e Antônia Denise Guimarães.

    Serviu ao Exército Brasileiro em Ponta Porã (MS). Iniciou seu ofício de policial militar em 1975, em Dourados (MS). Com a divisão do Estado, optou por viver em Mato Grosso do Sul. Prestou serviços militares em vários municípios e, no início da década de 80, veio para Campo Grande (MS) para fazer carreira. Hoje é da reserva da Policia Militar, onde alcançou o posto de tenente-coronel PM/MS.

    Também, formou-se em Letras pelas Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso (FUCMT), hoje Universidade Católica Dom Bosco (UCDB. Pós-graduado: Gestão em Segurança Pública, pela UNIDERP/MS (2003-2004); Fundamentos da Educação, Concentração Filosofia - defesa da tese exposta em monografia, “Reflexões sobre a Obra de Dante Alighieri”, pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em 1996, é membro da ADESG (Associação dos diplomados da Escola Superior de Guerra)

    Tem ação cultural intensa e já escreveu os seguintes livros: Coleção Recorde, composta de 15 tomos: (1 – Dante Vive; 2 – Amor; 3 – Sonho; 4 – Cidades que Eu Amo; 5 – Desconhecido Pantanal; 6 – Luz; 7 – Saudades; 8 – Viver é Lutar; 9 – Encanto; 10 – O Policial e o Poeta (também em filme dirigido por Celito Espindola); 11 – Rio; 12 – Contrastes; 13 – Mofo; 14 - Geração Iludida (escrito em 1983, mas transformado e reeditado em 2001, Reconstrução). 15 - Transformação; o livro); 16 - Moral da Idade Média no Terceiro Milênio” (filosofia em forma de tratados, prosa e verso, 2005); 17 – Coronel Adib – A História; 18 – Ética na Polícia Militar: Uma Questão Moral (parceria com o major PM Paulo Rogério de Carvalho; 19 – Grandezas da Literatura Sul-Mato-Grossense; 20- Momentos Solenes de uma Voz Engajada (Discursos Públicos), 21 – Existência (Inédito); 22 – Virtudes; 23 –A Filosofia da Bola (lançado em Mato Grosso do Sul e em Brasília-DF).

    Guimarães Rocha é fundador da União Brasileira de Escritores (UBE/MS), à qual presidiu e ocupou diversos cargos em várias gestões. Professor de Literatura brasileira, com 18 anos de experiência. Autor do projeto: “O Escritor na Escola”.

    Foi condecorado pela Academia Sul Brasileira de Medalhista Militar, com a condecoração de Mérito Cultural Sul americano (Cascavel/PR); Cidadão Sul-Mato-Grossense; Cidadão Campo-Grandense e Cidadão honorário em vários municípios. Ainda, nobilitado pela Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, com as medalhas Tiradentes e Mérito Policial Militar. Profere palestras educativas e culturais.

    Tem sido destaque nas edições do Festival América do Sul. É protagonista do filme “O Policial e o Poeta” (2003). Lançou o CD “Encanto”, com a voz de muitos cantores e cantoras de MS (2000,14 faixas). Oferece os shows poético-musicais “Doce Encanto”; “Mofo” e “Encanto”. Realizou declamações de poesias em todos os municípios de Mato Grosso do Sul, no período de 1982 a 2010. Tem participado de coletâneas de MS e de todo o País. Em 2014 teve seu projeto: A Arte de Ler e Escrever aprovado pelo FIC (Fundo de Investimentos Culturais), o qual foi desenvolvido em 20 cidades do Estado e que deverá ser desenvolvido em outras cidades.

    Autor do projeto “Poemarte” - camisetas ilustradas, conjugando poesia com a arte plástica.

    Palestrante reconhecido por seus trabalhos em várias cidades:

    a) Grandezas da Literatura Sul-Mato-Grossense;
    b) A Força da Mulher em nossa Literatura;
    c) Moral da Idade Média no Terceiro Milênio;
    d) Coronel Adib a História;
    e) Exaltar as Virtudes Humanas (Do livro Virtudes),
    f) O amor à terra em que se nasce o amor à terra em que se vive.

    Idealizou “Em cada Esquina uma Poesia” em Campo Grande/MS (2012); desenvolveu o projeto Amigo da Escola na Escola Estadual 26 de Agosto em Campo Grande/MS. Teve no mesmo ano o reconhecimento do RankBrasil dos seus feitos: 15 horas de declamação de poesias inéditas no mesmo dia e 15 livros lançados.

    Foi, também, contemplado com dois troféus do RankBrasil: Maior número de livros poéticos lançados simultaneamente (Livro dos Recordes Brasil 2012), pelo maior tempo ininterrupto declamando poemas de autoria própria sem repetições (Livro dos Recordes 2012). Presente no site: www.rankbrasil.com.br. Lançou a coleção Virtudes em cartão postal poema com 21 exemplares. Atualmente, vem desenvolvendo o projeto Exaltar às Virtudes Humanas, com base no livro Virtudes, que foi lançado em Bonito/MS; Campo Grande/MS; Brasília/DF, com patrocínio do FIC-MS (Fundo de Investimentos Culturais), por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. Suas obras encontram-se esgotadas, mas em fase de novas edições.

    https://poetaguimaraesrocha.wordpress.com/

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS