Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/12/2017

    Presença tucana na convenção do PMDB levanta hipótese de aliança em 2018

    André deve assumir presidência do PMDB (Foto: André Bittar)
    A presença do deputado estadual Beto Pereira (PSDB) na convenção do PMDB na manhã deste sábado (2) levanta hipóteses sobre possível aliança entre os partidos em 2018, embora até o momento ambas as legendas tenham anunciado candidaturas próprias.

    “Os partidos já foram aliados em anos anteriores. Não teria nenhuma dificuldade em ter alguma tratativa visando 2018”, diz o parlamentar.

    Segundo ele, porém, a presença em evento alheio se deu a convite, aceito para demonstrar gratidão pelo apoio do PMDB ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), principalmente na Assembleia Legislativa.

    Políticos de outros partidos também compareceram à convenção. Entre eles, o prefeito de Coxim, Aluízio São José (PSB); o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD); o presidente do PHS, Emídio Milas; o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM); Otávio Trad (PTB) e Willian Maksoud (PMN).

    A convenção que ocorre neste sábado (2) elege Puccinelli como presidente regional da legenda.

    André agradeceu ao deputado estadual, Junior Mochi (PMDB), por seu empenho em buscar unidade em torno de seu nome como presidente. Afirmou que sente ter "amigas e amigos verdadeiros" dentro da sigla, não apenas companheiros.

    Também admitiu que pode ser candidato ao governo do Estado do PMDB nas eleições de 2018. "Sou soldado do partido. Não sou o único (nome para eventual candidatura)". Para ele, dentro da legenda, tem voz do presidente ao militante.

    Acompanham a convenção os deputados estaduais Mochi, Antonieta Amorim, Márcio Fernandes, Renato Câmara, Paulo Siufi, Eduardo Rocha, além dos senadores Simone Tebet e Waldemir Moka e o deputado federal, Carlos Marun.

    Fonte: campograndenews
    Por: Ricardo Campos Jr. e Humberto Marques


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS