Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/12/2017

    Na fronteira, dono de lava jato é executado a tiros de fuzil

    Morte pode ter ligação com o crime organizado

    © Divulgação
    Empresário de 29 anos foi executado a tiros de fuzil no início da noite deste domingo (3), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã. Informações preliminares dão conta de que o crime pode estar envolvido com acerto de contas do crime organizado.

    De acordo com informações do site Porã News, César Daniel Riquelme Candia seguia em uma caminhonete Hilux na Rua Juana de Lara, quando no cruzamento com a Avenida Carlos Antônio Lopez foi surpreendido por pistoleiros que também estavam em uma Hilux.

    Os criminosos efetuaram diversos disparos de fuzil e pistola ponto 30 contra o veículo. A vítima desceu do carro e tentou fugir, mas morreu a cerca de 15 metros de onde parou o automóvel. Um passageiro que estava com César conseguiu fugir.

    A polícia paraguaia esteve no local e as primeiras informações são de que o crime pode ter ligação com o crime organizado. Imagens de câmeras de segurança foram recolhidas e devem ajudar nas investigações.

    César Daniel era dono de um lava jato localizado no Bairro General Diaz, a poucos metros de onde a execução aconteceu.

    Fonte: Midiamax
    Por: Clayton Neves


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS