Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/12/2017

    COSTA RICA| Câmara contribuiu com mais de R$ 400 mil para implantação dos Bombeiros no município, lembra presidente

    A cerimônia de comemoração dos três anos de implantação do Corpo de Bombeiros em Costa Rica contou com a presença de autoridades civis e militares 

    © Major Aldinei Peres da Silva/WhatsApp
    Já se passaram três anos desde que foi implantado em Costa Rica-MS um grupamento do Corpo de Bombeiros. Mas o que pouca gente sabe é que a Câmara Municipal de Vereadores contribuiu indiretamente com mais de R$ 400 mil para a construção da sede própria dos militares, contribuindo assim para a concretização de um antigo sonho da população costarriquense.

    Na quarta-feira (29/11), uma cerimônia na sede do 19º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros em Costa Rica celebrou o terceiro aniversário de existência da corporação no município. O presidente da Câmara, vereador Lucas Lázaro Gerolomo (PSB), participou do evento, representando o Legislativo Municipal.

    Convidado para fazer uso da palavra, Lucas lembrou que a Câmara abriu mão de mais de R$ 400 mil de repasse no ano de 2013, devolvendo essa quantia para a Prefeitura Municipal, que por sua vez aplicou os recursos na construção da nova sede dos Bombeiros em Costa Rica.

    O vereador Lucas, que em 2013 também era o presidente do Parlamento Municipal, explicou que o Poder Legislativo pretendia aplicar esses mais de R$ 400 mil na construção de uma nova sede da Câmara. Contudo, em comum acordo com todos os 11 vereadores na época, ficou decidido que o dinheiro seria devolvido ao Executivo, para cobrir parte das despesas com a construção do prédio dos Bombeiros. Ao final, a obra custou cerca de R$ 1,2 milhões para os cofres do município e desde 2014 Costa Rica passou a contar com uma unidade de bombeiros militares.

    “O governador na época, André Puccinelli, fechando seu exercício, fez uma proposta para o prefeito Waldeli (dos Santos Rosa): se o município construísse a sede, seria implantado o subgrupamento de Bombeiros em Costa Rica. E o prefeito Waldeli aceitou a proposta da Prefeitura arcar com os custos da obra. A Câmara foi parceira também. Nós tínhamos na nossa reserva, do nosso repasse, do nosso duodécimo, em torno de R$ 400 mil. Estávamos com o pensamento de construir uma nova Câmara Municipal, mas entramos num acordo com o colegiado de vereadores e naquele momento abrimos mão da construção do nosso prédio e colaboramos para a implantação do Corpo de Bombeiros em nossa cidade”, ressaltou Lucas Gerolomo.

    Ainda de acordo com o presidente da Câmara, desde que o Corpo de Bombeiros foi instalado em Costa Rica, a corporação já atendeu mais de 7 mil ocorrências, incluindo as ações de prevenção, salvamento terrestre, salvamento aquático e combate a incêndios urbanos e florestais. Os números, segundo Lucas, justificam a importância operacional do Corpo de Bombeiros para a comunidade.

    Recentemente, no dia 27 de novembro, uma ocorrência atendida pelos Bombeiros de Costa Rica ganhou destaque na mídia. Por telefone, dois militares da corporação orientaram e ajudaram um pai a salvar o filho de dois anos que havia se engasgado com o leite da mãe.

    A cerimônia de comemoração dos três anos de implantação do Corpo de Bombeiros em Costa Rica contou com a presença de autoridades civis e militares, entre elas o vice-prefeito Roberto Rodrigues (DEM), além dos vereadores José Augusto Maia Vasconcellos, o Dr. Maia (DEM), e Claudomiro Martins Rosa, o Cocó (PSD).

    Fonte: ASSECOM
    Por: Ademilson Lopes


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS