Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/11/2017

    VÍDEO| Jovem foi arremessado a 10 metros ao ser atingido por acadêmico bêbado

    Imagem é ruim, mas mostra momento que grupo atravessava a Ceará e jovem foi atingido

    Vídeo mostra momento exato do acidente © Reprodução
    Ao ser atropelado na madrugada deste sábado, Lucas Henrique Souza Matheus foi arremessado a distância de aproximadamente 10 metros na Avenida Ceará. Ele segue internado na Santa Casa de Campo Grande, inconsciente e respirando por aparelhos.

    Há pouco, o delegado de plantão, Hoffman D'ávilla, deu detalhes sobre o caso à imprensa e informou que não vai conceder o direito ao pagamento de fiança por considerar que o autor assumiu o risco do acidente ao pegar o volante embriagado. Outro agravante é o fato da vítima estar na faixa de segurança.

    “Ele (Lucas) já havia atravessado mais da metade da faixa e, mesmo com o sinal verde para o motorista, a preferência é do pedestre. O condutor deveria ter parado e acionado o pisca alerta”, analisa o delegado.
    © Divulgação
    O acadêmico de Medicina, Rodrigo Santos Augusto, deve permanecer preso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, pelo menos, até a audiência de custódia, na próxima segunda-feira.

    Submetido ao bafômetro no local do acidente, o teste apontou 0,80 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, enquanto o máximo permitido é de 0,30. Segundo o delegado, na hora do atropelamento, Rodrigo estava com “olhos avermelhados e fala arrastada”.

    Delegado falou à imprensa na manhã deste sábado.
    À polícia, Rodrigo disse que estava em uma festa de conclusão do curso, admitiu ter bebido, mas garantiu que só pegou o carro, um HB20 branco, porque mora perto do local da confraternização.

    Ainda segundo o universitário de 25 anos, o velocímetro marcava entre 50 e 60 quilômetros por hora, na via que permite no máximo 50 km/h. O carro foi periciado e entregue à família de Rodrigo, mas o laudo deve demorar cerca de 30 dias.

    O atropelamento aconteceu em frente a uma conveniência 24 horas. De acordo com o delegado Camilo Kettenhuber Cavalheiro, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, Lucas e um grupo de jovens saíam do estabelecimento e atravessavam a via na faixa de pedestres quando o rapaz foi atingido

    Rodrigo será indiciado por lesão corporal culposa, com pena agravada por ter atropelado pedestre na faixa de segurança, além da embriaguez. “Se a vitima falecer ainda no meu plantão, mudo o flagrante para homicídio com dolo eventual, porque ele assumiu o risco, mesmo sem intenção de matar”, explica Hoffman.

    Câmeras do circuito de segurança da conveniência que fica no cruzamento da Ceará com a Rua Euclides da Cunha, local do acidente, registraram o acidente. Mesmo sem imagens nítidas, com atenção é possível ver no canto superior o fluxo de carros na avenida, quando o grupo de amigos começa a atravessar a via, rumo à conveniência. Na sequência, luz forte evidencia o momento do impacto.

    Na hora do atropelamento, por volta 4h30, ainda havia movimento grande de jovens no lugar e algumas testemunhas confirmaram que o HB20 seguia em alta velocidade.

    Assista:




    Fonte: campograndenews
    Por: Ângela Kempfer e Bruna Kaspary


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS