Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    01/11/2017

    Vice de Ruiter, Marcelo Iunes lamenta morte e pede respeito à dor da família

    Político acompanhou internação do prefeito na Capital

    © Arquivo
    O vice-prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PTB), evitou falar sobre o futuro político do município, após o falecimento do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PSDB), na madrugada desta quarta-feira (1), e pediu respeito à família.

    Ao Jornal Midiamax, Iunes, que havia acabado de chegar à Cidade Branca, contou que acompanhou a internação de Ruiter na Capital, e deixou Campo Grande pouco depois do falecimento.

    Em um texto publicado nas redes sociais, Marcelo destacou qualidades do colega, e disse que Ruiter conseguiu uma ‘carreira profissional e política feitos que pouquíssimos conseguiram e que muito poucos conseguirão’.

    Falecimento

    Ruiter Cunha de Oliveira faleceu aos 53 anos, em decorrência de uma cirurgia cardíaca de emergência que realizou em Campo Grande na tarde de terça-feira (31).

    Corumbaense de nascimento, Ruiter Cunha começou na vida pública como servidor público do fisco estadual. Petista, ele se tornou Superintendente de Administração Tributária durante o período em que Zeca do PT foi governador de Mato Grosso do Sul.

    Foi eleito prefeito de Corumbá pela primeira vez em 2004, e reeleito em 2008. Deixou o cargo elegendo o sucessor, Paulo Duarte, também pelo PT, em 2012.

    Em 2014, foi candidato a deputado federal e ficou na primeira suplência da coligação. No ano seguinte, se desentendeu com a cúpula petista de MS e trocou o Partido dos Trabalhadores pelo PSDB.

    Já tucano, derrotou Paulo Duarte, que tentava a reeleição, e voltou para a Prefeitura de Corumbá em 2016 prefeito de Corumbá pela terceira vez no mandato que concluiria em 2020.

    Fonte: Midiamax
    Por: Ludyney Moura (Colaborou Jéssica Benitez)


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS