Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    30/11/2017

    TRÊS LAGOAS| Sanesul está investindo mais de R$ 58 milhões no município

    As obras são de melhorias no sistema de abastecimento de água e coleta de esgoto 

    © Divulgação
    Três Lagoas tem recebido diversos investimentos nos últimos anos, seja do ente público ou de empresas privadas que se instalaram e trouxeram diversos benefícios, como emprego e renda. Nessa tangente, a Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul (Sanesul) está investindo mais de R$ 58 milhões em diversas obras de saneamentos.

    Com fontes de recursos Federais e próprios, a Sanesul tem hoje cinco obras em andamento em Três Lagoas, sendo que a maior delas soma o investimento de R$ 43.478.857,03 e se trata da ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que, segundo Adilson Silva Bahia, gerente regional da Sanesul, implanta 2.100 metros de coletor tronco, 600 metros de emissário final, oito unidades elevatórias, 3.230 metros de linha de recalque, além ainda da implantação de 285.956 metros de rede coletora de esgoto e 13.019 ligações domiciliares.
    © Divulgação
    “Essa obra está com 55% executado e terá, assim como as outras, enorme importância para a Cidade por conta da sua extensão, ou seja, ampliará consideravelmente a rede de esgoto de Três Lagoas”, explica Bahia, completando que do total do montante investido R$ 39.147.059,57 são recursos provenientes do Governo Federal e os outros R$ 4.331.797,46 são próprios.

    A segunda maior obra da Sanesul em Três Lagoas, que, inclusive, está com 54% do projeto executado, é orçada em R$ 5.882.522,58 e consistem na construção de 7.540 metros de rede coletora de esgoto e 606 ligações domiciliares de esgoto. “Essa obra permite ainda melhorias e a ampliação da ETE dos Bairros Planalto e São João, além da adequação do emissário final, finalização da construção de estação elevatória, implantação de 190 metros de emissário submerso, 553 metros de emissário por gravidade e a urbanização da ETE”, explica o gerente.

    Na sequência, ao investimento de R$ 5.488.858,78, também recursos próprios, por meio do Ministério das Cidades, a empresa estatal beneficia setores como Vila Piloto, com a construção de um reservatório de 850 mil litros, melhorias da caixa de reunião dos poços e do almoxarifado, implantação de distritos de medição e controle e a implantação de 14.558 metros de rede de distribuição de água.

    No Setor Central, o mesmo investimento possibilita a reforma e substituição dos equipamentos da elevatória de água tratada, implantação de 5.138 metros de redes de distribuição, dentre outras ações. Já o Setor Santa Terezinha, conta com a implantação de 5.978 metros de redes de distribuições, dentre outras melhorias.
    © Divulgação
    No Setor Vila Nova, por sua vez, recebe o investimento próprio de R$ 3.088.408,85 que consiste em reformas e urbanização do Centro de Reservação, além da implantação de 12.267 metros de rede de distribuição de água e outras melhorias que garantem a qualidade do serviço prestado pela empresa.

    Por fim, ao investimento total de R$ 473.138,70, a Sanesul contratou uma empresa especializada para a revisão de compatibilização de projetos de ampliação do sistema de esgotamento sanitário e também consiste na execução de obras de readequação do Booster do Jardim Imperial e urbanização da área.

    “Estamos confiantes na qualidade do serviço prestado pela Sanesul, principalmente com esse alto investimento que vem para melhorar a qualidade de vida da população três-lagoense. Aos poucos é possível organizar a casa e com isso trazer mais investimento para a nossa Cidade”, finaliza o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS