Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 14 de novembro de 2017

    Tiroteio no norte da Califórnia deixa cinco mortos, incluindo atirador

    Pelo menos cem policiais foram deslocados para atender a ocorrência, segundo a imprensa local. Sete cenas de crime são investigadas, inclusive uma escola primária; não há crianças entre os mortos.

    Carros parados em estrada que leva a Rancho Tehama (Foto: Jim Schultz/The Record Searchlight via AP)
    Cinco pessoas morreram em um tiroteio no norte da Califórnia nesta terça-feira (14), entre elas o atirador, que foi baleado por policiais.

    Em entrevista, o xerife-assistente do condado de Tehama, Phil Johnston, disse que ainda não tem informações sobre a identidade das vítimas, e não quis passar detalhes sobre o atirador.

    Ele informou que duas crianças estão entre os feridos e que há sete cenas de crime, inclusive uma escola primária em Rancho Tehama Reserve, comunidade de cerca de 1.500 habitantes. Pelo menos cem policiais foram deslocados para atender a ocorrência, segundo a imprensa local.

    Dois hospitais da região confirmaram à Associated Press que estavam tratando sete feridos por disparos.

    Em entrevista ao "Record Searchlight", um jovem identificado como Brian Flint disse que seu vizinho, conhecido somente como Kevin, roubou sua camionete mais cedo. Ele disse ainda que reportou às autoridades que o homem se comportava "como louco" e proferiu ameaças a ele e ao rapaz com quem Flint divide apartamento, enquanto disparava "centenas de balas" de armas grandes.

    Relatos iniciais davam conta de que o tiroteio havia ocorrido apenas dentro da escola. Posteriormente, Johnston esclareceu que o tiroteio começou como um "incidente de violência doméstica" e prosseguiu na escola.

    Citadas pela imprensa local, autoridades policiais afirmam que o autor levava consigo um rifle semiautomático e duas pistolas de mão.

    Jeanine Quist, assistente administrativa do Distrito Escolar de Corning disse que ninguém foi morto dentro da escola, mas que vários estudantes foram atingidos e feridos, segundo a Associated Press.

    Três pessoas foram levadas ao Centro Médico Mercy, em Redding, a cerca de 80 quilômetros do local do tiroteio.

    Outros quatro feridos estão sendo tratados no Centro Médico Enloe.
    Estrada bloqueada pela polícia dá acesso a Rancho Tehama, na Califórnia (Foto: Jim Schultz/The Record Searchlight via AP)
    O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, postou em seu perfil no Twitter uma mensagem sobre o incidente. "Triste por ouvir sobre o tiroteio na Califórnia, a perda de vidas e ferimentos, incluindo de crianças inocentes. Louvamos os esforços dos corajosos homens da lei. Continuaremos a monitorar a situação e oferecer apoio federal, enquanto rezamos por conforto e recuperação de todos os impactados", escreveu.

    Por G1


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS