Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    24/11/2017

    Senar/MS certifica mais de mil pessoas em Três Lagoas

    Evento acontece nesta sexta-feira (24) na Casa do Criador – Affonso Garcia Moreira, localizada no Parque de Exposições

    © Divulgação
    O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e o Sindicato Rural de Três Lagoas realizam, nesta sexta-feira (24), a cerimônia para entrega de certificados aos alunos aprovados nas capacitações profissionais promovidas nesse ano no munícipio. O evento acontecerá, a partir das 19h, na Casa do Criador – Affonso Garcia Moreira, localizada no Parque de Exposições.

    Ao todo, serão certificadas 1293 pessoas que concluíram os cursos realizados no período de 1º de janeiro até o dia 20 de novembro.

    Somente este ano, o Senar/MS realizou em Três Lagoas 102 turmas dos cursos de Formação Profissional Rural e Promoção Social. Em 2016 foram 570 aprovados em 50 cursos realizados. Em todo o estado, de janeiro a outubro de 2017, foram realizados mais de 3.789 cursos e mais de 40 mil aprovados.

    Serviço

    O quê? Certificação dos cursos de Formação Profissional Rural e Promoção Social

    Onde? Casa do Criador – Affonso Garcia Moreira

    Quando? 24 de novembro – sexta-feira, às 19 horas

    Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.

    O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.

    Fonte: Assessoria de Comunicação Senar/MS 
    Por: Rodrigo Corrêa 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS