Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    24/11/2017

    Programa de prevenção ‘Casal Grávido’ realiza mais um curso no próximo sábado

    © Messias Ferreira
    Pais e mães terão mais um curso para receber orientações sobre a gestação, no próximo sábado (25), com o programa de prevenção “Casal Grávido”. O programa é desenvolvido pela Caixa dos Servidores desde 2011 e busca prevenir os principais problemas que possam aparecer durante a gestação por meio de palestras e aulas práticas com profissionais de todas as áreas relacionadas à saúde do bebê, como Pediatria, Anestesiologia, Obstetrícia, Enfermagem e acompanhamento nutricional. Os cursos acontecem na Clínica da Família, estrutura recém-inaugurada pela Cassems, que fica na Rua 25 de Dezembro, 1231, Centro.Os interessados em participar do “Casal Grávido” devem ligar no (67) 3309-5351.

    O casal Muriel Moreira e Thiago Mendes está esperando o primeiro filho. Eles participaram da última edição do “Casal Grávido” e, de acordo com o casal, o curso foi de extrema importância. A mãe explica que dois pontos os deixavam ansiosos. “É o nosso primeiro filho, então a gente não tem muita ideia de como cuidar do bebê e temos muitas dúvidas a respeito da anestesia e de qual o parto que a gente vai escolher. Foi muito importante para a gente ter vindo para tirar essas dúvidas e para que quando chegar o dia do parto, a gente esteja mais tranquilos diante de tantas dúvidas que surgem”, conta Muriel.

    Já o pai, destaca os conhecimentos adquiridos numa manhã de curso. “A gente veio em busca de conhecimento para esse período de gestação, caso haja alguma eventualidade, estamos preparados. As orientações que a gente teve aqui foram muito boas”, aponta Thiago.

    Para a educadora física Sandra Pereira, os exercícios são muito importantes para a gestante. “Os exercícios são importantes para o fortalecimento da musculatura e para o alívio das dores. A hidroginástica é importante, principalmente, para aliviar o inchaço das pernas porque a gente trabalha bastante os exercícios aeróbicos. Então, os exercícios são muito importante, principalmente para quem quer ter parto normal”, explica Sandra.

    A obstetra e ginecologista, Hanimme Nogueira, explica que não importa o tipo de parto escolhido, para ela, o mais importante é o bem-estar da gestante e do bebê. “A grande questão sobre os tipos de parto é a orientação para os pacientes de que, independentemente do tipo de parto que eles escolherem, duas coisa são bem importantes: um parto com responsabilidade, que seja bom para a mãe e para o bebê, e um parto humanizado, que respeite as vontades, os direitos e a integridade física do casal”, afirma a profissional.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS