Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/11/2017

    PONTA PORÃ| Otaviano Cardoso pede volta da "carrocinha" para recolher animais soltos nas ruas

    © Divulgação
    O presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, vereador Otaviano Cardoso, apresentou uma indicação durante a sessão ordinária desta terça-feira, 21 de novembro, endereçada ao prefeito, Hélio Peluffo Filho, com cópia ao secretário municipal de Saúde, Dr. Patrick Derzi, solicitando o retorno do veículo para recolher animais, popular “carrocinha” no município, a fim de retirar cães e gatos abandonados em vias públicas.

    Na justificativa, o parlamentar demonstrou preocupação com a saúde da população ponta-poraneses. “O trabalho que era realizado pelo veículo denominado popularmente “carrocinha”, utilizado pelo Centro de Controle de Zoonoses, é de suma importância para a proteção da saúde da população nos casos em que animais abandonados possam estar contaminados com alguma doença, como a leishmaniose, sendo que o recolhimento destes se torna uma forma de prevenção. Ressalte-se que o veículo tem celas para o correto enclausuramento dos animais e seu devido transporte para o local adequado, com profissionais responsáveis pela captura do animal, de forma a prezar pelo bem estar deste. Ainda, com o recolhimento dos animais, estes poderão sair das ruas, sendo resgatados pelos donos, ou adotados pela comunidade” frisou o presidente.

    Nova Conquista

    O presidente da Casa de Leis também apresentou indicação, endereçada ao prefeito, Hélio Peluffo Filho, com cópia à coordenadora de Relações Institucionais da AGESUL, Suzana Lorenzon Wetters, e ao superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Thiago Carim Bucker, bem como ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso, solicitando a remoção dos tachões na rodovia MS-164, no trecho compreendido em frente à Escola Nova Conquista, Distrito de Nova Itamarati, neste município.

    O parlamentar justificou o pedido esclarecendo que é proibido a utilização dos tachões. “O Conselho nacional de Trânsito – CONTRAN, na Resolução nº 336, de 24 de novembro de 2009, passou a proibir a utilização de tachas e tachões, aplicados transversalmente à via pública, como sonorizadores ou dispositivos redutores de velocidade, pelo fato de que estes acabam por causar defeitos no pavimento e danos aos veículos, o que efetivamente está ocorrendo na localidade. Dessa forma, referida indicação atenderá os moradores do distrito, bem como os transeuntes que utilizam a via diariamente. Assim, espero o atendimento desta indicação o mais breve possível”, argumentou Otaviano Cardoso.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS