Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/11/2017

    “Pensei que não fosse acontecer nada”, diz estudante de medicina

    Rodrigo Santos Augusto tinha acabado de sair de festa

    Estudante de medicina Rodrigo Santos Augusto, de 24 anos, foi preso pela PM © Álvaro Rezende
    “Pensei que não fosse acontecer nada”. A declaração foi dada hoje pelo estudante de medicina Rodrigo Santos Augusto, de 26 anos, preso depois de atropelar Lucas Henrique Souza, 21, na Rua Ceará em Campo Grande. O acadêmico tinha saído de festa e estava embriagado.

    Conforme as informações do delegado Camilo Kettenhuber, o estudante conduzia HB20 pela avenida Ceará quando atropelou o rapaz que estava atravessando a rua com outros três amigos.

    “Pela imagem [da câmera de segurança de conveniência] ficou muito nítido que as duas partes estavam distraídas”, pontuou o delegado.

    Segundo Kettenhuber, é possível perceber que, os três jovens dão um passo para trás com a aproximação do veículo, mas Souza não percebe e acaba atingido. Ele foi socorrido e levado para a Santa Casa em estado grave.

    Augusto passou pelo teste de alcoolemia (bafômetro) que constatou embriaguez. O resultado foi de 0,80 mg/l sendo que o limite máximo é de 0,05 mg/l.

    O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro.
    © Álvaro Rezende

    Fonte: CE
    Por: MARESSA MENDONÇA E YARIMA MECCHI


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS