Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/11/2017

    O que pode acontecer quando se deixa de fazer sexo?

    São vários os estudos que revelam o impacto que a falta de atividade sexual tem no corpo

    © DR
    A atividade sexual regular traz inúmeros benefícios para a saúde física, mental e emocional das pessoas. Mas será que o corpo humano é prejudicado quando não é sexualmente ativo? Sim.

    Como destaca a revista norte-americana Men's Health, um estudo publicado em 2008 na revista científica American Journal of Medicine alerta para o fato que a falta de sexo a partir da meia-idade pode dar origem a problemas de disfunção erétil, sendo importante os homens manterem a ejaculação regular mesmo quando não têm um/uma parceiro/a sexual.

    Mas a masturbação não serve apenas para combater a disfunção erétil, é também uma das formas mais eficazes de prevenir o câncer da próstata, uma vez que os homens que não ejaculam com regularidade (cerca de quatro vezes por semana) correm um maior risco de desenvolver a doença.

    Os níveis de estresse podem também ficar mais intensos na ausência de sexo, algo que pode contribuir para um quarto efeito colateral: o enfraquecimento do sistema imunológico. Diz a ciência que os homens que são sexualmente ativos contêm maiores concentrações de imunoglobulina A na saliva, um anticorpo que atua como escudo protetor.

    Uma vez que a falta de sexo afeta o corpo em todos os sentidos, seja a nível físico, mental e emocional, a produtividade no trabalho acaba também por ficar afetada, escreve a publicação, destacando que um recente estudo da Universidade do Estado de Oregon concluiu que os casais que são sexualmente ativos apresentam uma maior satisfação e produtividade laboral.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS