Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    05/11/2017

    Lula deverá concorrer mesmo se condenado em 2ª instância, avalia PT

    Partido aposta no enfrentamento político de uma eventual decisão judicial

    © Ueslei Marcelino/Reuters
    Líder nas mais recentes pesquisas para a corrida presidencial de 2018, o ex-presidente Lula estará no páreo mesmo que eventualmente condenado em segunda instância. A avaliação, segundo a coluna "Painel", da Folha de S. Paulo, é do próprio PT, que enxergaria seu líder disputando ao menos a metade do primeiro turno.

    A aposta da sigla seria fazer um enfrentamento político de uma decisão judicial. O problema, porém, seria convencer os partidos aliados a encararem uma campanha de risco.

    O argumento de persuasão seria o de que Lula é um excelente cabo eleitoral para o candidato que viesse a substituí-lo, bem como a postulantes a vagas no Congresso Nacional.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS