Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    28/11/2017

    LÍNGUA PORTUGUESA - Professor Fernando Marques


    Dicas de português

    Erronias gramaticais e formas corretas. Exemplos:

    CERCADA POR TODOS OS LADOS! Embora alguns dicionaristas e certos professores afirmem que ilha é uma porção de terra cercada de água por todos os lados, essa expressão axiomática compromete a imagem de quem a utiliza. Trata-se de uma redundância porque, obviamente, o que está cercado, é por todos os lados.
    Diz-se apenas: “Ilha é uma porção de terra cercada de água.” 
    “Os políticos corruptos e os traficantes da cidade ficaram cercados pela polícia e pelos manifestantes.”
    “Os vereadores desonestos estavam cercados pela polícia no plenário da Câmara.”  

    CHASSIS! Embora haja quem pronuncie chassis, a palavra deve utilizada no singular! Portanto, diz-se chassi, ou seja, sem o s no fim da palavra.
    Chassi – estrutura de aço sobre a qual se monta toda a carroceria de veículo motorizado.
    Chassi também pode ser a espécie de caixilho de câmaras fotográficas, onde se põe a chapa sensibilizada que deve ser impressionada pela luz, através da objetiva; bem como a armação sobre a qual se montam os componentes de circuitos eletrônicos.

    CHEQUE PÓS-DATADO! Corretamente, diz-se cheque pós-datado e não cheque pré-datado! O cheque emitido para ser descontado posteriormente implica pós data (data posterior) e não pré-data (anterior à data prevista). 
    Cheque é a ordem de pagamento à vista, emitida contra um banco, em razão de fundos que o emitente possui junto ao sacado, ou seja, pagável no dia da sua apresentação. 
    A instituição bancária há que considerar cláusula não-escrita, qualquer menção em contrário.
    Cheque pré-datado implica perspectivas de problemas para o sacador, visto que tal título lhe é entregue com a data da emissão já pretérita. Assim, há considerar que, se ainda for possível, o cheque pré-datado deve ser imediatamente apresentado ao banco, consoante o artigo 33 da Lei do Cheque:
    O cheque deve ser apresentado para pagamento, a contar do dia da emissão, no prazo de 30 (trinta) dias, quando emitido no lugar onde houver de ser pago; e de 60 (sessenta) dias, quando emitido em outro lugar do País ou no exterior. 
    Parágrafo único. Quando o cheque é emitido entre lugares com calendários diferentes, considera-se como de emissão o dia correspondente ao calendário do lugar de pagamento.
    No Brasil, o cheque pós-datado passou a ser um importante documento de concessão de crédito ao consumido.
    A apresentação precipitada do cheque significa descumprimento do acordo entre o tomador (ou endossatário) e o emitente (endossante), cabendo ação reivindicatória de indenização pela inadimplência da obrigação de não fazer, contratualmente assumida – por via oral ou escrita, mediante publicidade (Código de Defesa do Consumidor, artigo 30) ou de outro meio – pelo credor.
    Embora constituindo, in fieri, uso social contra legem, o cheque pós-datado é vedado, implicitamente, pela própria lei do cheque (Lei 7.357, de 2-09-1985), conforme se depreende de seus arts. 3º, § 1º e 32 da citada Lei.

    CINCOENTA!  Cincoenta é expressão sem fundamento etimológico, portanto, incorreta.
    Do latim quinquaginta as transformações fonéticas vernaculizaram cinquenta, atualmente sem o trema, por convenção ortográfica. 
    Diga ou escreva: cinquenta; cinquentenário ou quinquagésimo. 

    CLICHÊ, FRASE-FEITA, LUGAR-COMUM! Há clichês adequados e clichês desgastados, vulgares ou desarmoniosos em relação ao nosso tempo.
    O estilo original, por ser oposto ao comum, ao imitado, surpreende, desperta interesse e impressiona.
    Frase-feita consiste num conjunto de palavras que transmite ao leitor ou ao ouvinte um conceito de pobreza vocabular, de falta de imaginação, de imitação, de trivialidade, de vazio e desgaste, desvalorizando o diálogo, a palestra, a mensagem, a redação ou o discurso.
    Lugar comum implica vulgaridade e, por referir-se aos temas excessivamente desgastados, enfraquece os argumentos.
    Exemplos de expressões consideradas de mau gosto e inexpressivas:
    * acontecimento memorável de extraordinária importância;
    * a corda sempre arrebenta do lado mais fraco;
    * a duras penas (com muita dificuldade; arduamente; com muito sacrifício; com acentuado sofrimento; com obstinação);
    * a mentira tem pernas curtas;
    * a mil por hora (apressadamente; velozmente; rapidamente);
    * a nível de (por em nível de; no; na; em);
    * a olhos vistos (visivelmente; à vista; publicamente);
    * a todo o vapor (velozmente; rapidamente; com muito empenho);
    * a tônica (a pauta; o tema);
    * a toque de caixa (às pressas; apressadamente; rapidamente);
    * abertura de contagem;
    * abraçar a causa (comprometer-se; assumir a responsabilidade);
    * abrir as comportas;
    * abrir com chave de ouro (iniciar com pompa; solenemente; iniciar pomposamente; iniciar faustosamente);
    * abrir o bico (delatar; contar; confessar; denunciar; revelar);
    * acertar os ponteiros (corrigir o erro; reconciliar; dirimir; anular; resolver; suprimir);
    * acontecer uma eleição (realizar o pleito; realizar a competição eleitoral; concluir o debate; realizar a eleição);
    * acontecer uma reunião (realizar uma reunião; reunir-se);
    * adorar a vitória (use a palavra gostar de);
    * adorar mordomia (gostar de);
    * ágil como o pensamento (ágil; dinâmico; veloz; célere);
    * agir por conta e risco;


    Continuação na próxima semana!  


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS