Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 15 de novembro de 2017

    Em busca de emprego, trabalhadores chegam às 5h em mutirão da Funtrab

    © Divulgação
    Em busca de encaminhamento ao mercado de trabalho, teve gente que acordou cedo e, por volta das 5 horas deste feriado de 15 de novembro, já estava no mutirão da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul).

    Na semana passada, todos os serviços prestados ao público pela Fundação foram suspensos por tempo indeterminado por conta de um incêndio no local. Com isso, o mutirão ‘Dia do Trabalho, Emprego e Renda’ está sendo realizado na Rua 13 de Maio, 2773, em frente à Casa do Trabalhador.

    No mutirão são oferecidos todos os serviços realizados pela Fundação: cadastro de trabalhadores, intermediação de mão de obra, seguro desemprego e microcrédito.

    De acordo com Wilton Acosta, diretor-presidente da Funtrab, o feriado foi escolhido para dar maior oportunidade para os trabalhadores que têm compromissos e outras atividades durante os dias de semana e acabam fincando sem opção de horário para ir até o local.

    A ação é realizada nos 31 municípios onde há Casa do Trabalhador. Em Campo Grande, teve gente que chegou às 5 horas no local. As senhas começaram a ser distribuídas às 7 horas e o atendimento segue até 13h30.

    São 150 vagas disponíveis, sendo que três trabalhadores são encaminhados para cada uma delas. A expectativa cadastrar e encaminhar pelo menos 400 pessoas às vagas de trabalho ofertadas pelas empresas.

    Desempregado quatro meses, Leandro Prado, 21 anos, chegou às 5 horas para fazer cadastro. “O último emprego foi na área de hotelaria, mas estou aceitando o que aparecer”, diz.

    Jaqueline Galhardo, 27 anos, compareceu para dar entrada no seguro-desemprego. “Já tinha procurado a Casa do Trabalhador no dia do incêndio e resolvi voltar hoje que é um dia mais calmo”. Além de dar entrada no seguro, ela vai aproveitar para fazer o cadastro de encaminhamento para uma vaga.

    Fonte: Midiamax
    por: Wendy Tonhati e Arlindo Florentino


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS