Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 10 de novembro de 2017

    COSTA RICA| Secretária de Educação do município é eleita e toma posse como presidente da Câmara de Educação Básica

    Foto: Arquivo Pessoal
    No último dia 07 de novembro de 2017, a secretária de Educação de Costa Rica – MS, professora Mestre Manuelina Martins da Silva Arantes Cabral, tomou posso como presidente da CEB – Câmara de Educação Básica - do CEE - Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul.

    Para a educadora de Costa Rica, é uma honra ter seu nome lembrado, principalmente em um momento tão importante para a educação básica. “Espero poder representar bem e realizar um bom trabalho para garantir relevante avanço na educação do nosso Estado”, destaca a Profª. Me Manuelina Martins que foi eleita no dia 17 de outubro de 2017. 

    “Agradecida aos meus pares Conselheiros da Câmara de Educação Básica do Conselho Estadual de Educação de MS pela confiança me elegendo presidente da CEB/CEE. Tomei posse me comprometo a cumprir o que regulamenta o regimento: Art. 26”, postou a gestora de Costa Rica em uma rede social.

    Em seu discurso, a Profª Me. Manuelina Martins lembrou que “aos Presidentes de Câmaras incumbe: I – presidir, supervisionar e coordenar os trabalhos da Câmara, promovendo as medidas necessárias ao cumprimento de suas finalidades; II – propor pauta de reuniões; III – exercer o direito de voto e o de qualidade, quando houver empate nas votações; IV – encaminhar ao Conselho Pleno matérias de sua competência para análise e decisão; V – encaminhar solicitação de estudos e pesquisas ao Conselho Pleno; VI – propor a constituição de comissões temporárias e permanentes, integradas por conselheiros, especialistas, técnicos e colaboradores, para realizar estudos de interesse da Câmara; VII – articular-se com a Presidência do CEE/MS para a condução geral dos trabalhos; VIII – representar o CEE/MS em eventos, quando indicado pela Presidência. E com dedicação e comprometimento contribuir pelas políticas públicas do nosso Estado”.


    ASSECOM/PMCR


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS