Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    28/11/2017

    COSTA RICA| Lançamento do Mundial 24h Solo MTB 2019 garante primeiro legado esportivo para o município

    No sábado (25) a inauguração do pump track foi destaque ao reunir alguns dos principais nomes do MTB nacional em disputas emocionantes. Já no domingo (26) foi a vez do reconhecimento do percurso do Mundial


    O município de Costa Rica, localizado a 380 km da capital sul-mato-grossense, Campo Grande, deu neste fim de semana mais um passo para firmar-se como referência nacional no turismo de esportes de aventura. No Workshop da Brasil Ride, evento promocional do Campeonato Mundial 24h Solo MTB 2019, foi inaugurada a mais moderna pista de pump track no País, com a presença de oito nomes de destaque do mountain bike nacional, além do prefeito Waldeli dos Santos Rosa, ao lado de Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

    “Aqui em Costa Rica estamos fomentando este conceito, de construir um legado da Brasil Ride para o ciclismo nacional e não somente realizar provas. Chegamos a um estágio onde nossas provas já têm alto conceito internacional, como a Brasil Ride, apelidada de Giro d’Itália do MTB mundial, e nacional, com o Festival Brasil Ride, maior evento outdoor do País, entre outros que organizamos. Agora, chegou um momento diferente, de construir a base e ter cada vez mais novos praticantes do nosso esporte”, definiu Mario Roma.

    “A ideia de trazer o ciclismo para Costa Rica começou em 2016. Neste ano tivemos a proposta da Brasil Ride, para um grande evento aqui. Aceitamos o desafio do Mundial 24h e estamos agora inaugurando o pump track, neste momento mais do que especial”, contou o prefeito Waldeli Rosa. “Acreditamos na história da Brasil Ride e no potencial de divulgar Costa Rica para o Brasil e também pelo mundo. A marca deste gigantesco evento e a força da bike irão ajudar muito a colocar nossa cidade como uma referência no turismo de aventura”, completou Waldeli.

    Diversão radical - Os ciclistas que participaram deste momento único na história do ciclismo nacional, definidos como embaixadores do Mundial 24h Solo MTB 2019 - Raquel Gontijo, Halysson Ferreira, Robson Ferreira, Kennedi Lago, Alysson “Tigrinho”, Bruno Martins, Edson Rezende e Roger Renso -, viveram dias de aventura. Antes da cerimônia de abertura do pump track, os oito padrinhos foram convidados para um passeio especial na manhã de sábado. Eles conheceram o Parque Municipal Natural Salto do Sucuriú e fizeram rafting por quase 1h30 em um trecho de 9 km do Rio Sucuriú. No domingo, o encerramento foi outra vez no Parque, desta vez nas tirolesas.

    “Fim de semana muito produtivo. Um passeio bem bacana de rafting e depois disso conhecer o pump track. Confesso que fiquei surpreso com a estrutura toda. Ver a garotada se divertindo na pista é muito gratificante para a gente que pratica e ama o ciclismo. Nos faz crer que o esporte vai crescer muito. Parabéns para o Mario Roma e para o prefeito Waldeli. Com certeza, o pump track e as pistas de cross country que serão construídas para o Mundial em Costa Rica fomentarão muito a bike no Brasil”, garantiu Halysson Ferreira. “Vivenciar isso tudo neste momento das nossas carreiras é algo que nos deixa sem palavras”, acrescentou o tricampeão brasileiro de Maratona (XCM).

    Competição amistosa – Inaugurada a pista do pump track, foi vez de duas disputas que empolgaram o público local. Primeiro, o Eliminator que, além dos oito embaixadores, contou com oito ciclistas locais convidados para a disputa. Enquanto Roger Renso classificou-se para a decisão ao ganhar de Edson Rezende, Alysson “Tigrinho” foi o outro finalista, vencendo Bruno Martins. Na final, Roger fez o melhor tempo do dia, dando duas voltas no pump track em 44seg78, sem chances para Tigrinho. “Muita satisfação estar aqui e disputar com os leões do MTB. Foi incrível e sensacional vencer a primeira prova aqui neste pump track”, disse Roger Renso. "Mais legal ainda foi sentir o carinho da criançada, nos cumprimentando e pedindo para tirar fotos", concluiu Roger.

    Logo em seguida foi a vez da prova de perseguição. Roger Renso voltou para a final, desta vez contra Edson Rezende. Mesmo favorito, Roger sentiu o cansaço e a vitória ficou com Edson, que também comemorou bastante. “A Brasil Ride e os organizadores locais fizeram uma estrutura gigantesca nesta estreia do pump track e do circuito do Mundial 24h. Foi tudo incrível, pedalar por pistas profissionais que vão agregar muito ao esporte. Nos divertimos, mas na disputa todos querem ganhar, mesmo que seja entretenimento. Foi bem legal, uma ótima energia em um circuito de alto nível”, contou Edson. “O pump track vai ajudar muito a garotada a se desenvolver, não só como possíveis atletas do futuro, mas também como pessoas. O Mario Roma e o prefeito Waldeli Rosa estão de parabéns por tudo”, finalizou.

    Representante feminina nas duas competições, Raquel Gontijo destacou a iniciativa do evento. “Brinquei com os meninos dizendo para eles que fazia tempo que não me divertia tanto como neste pump track. A modalidade é bastante lúdica e divertida. Todos pedalam juntos, um desafia o outro, sempre na brincadeira. A construção do complexo do Mundial 24h da Brasil Ride foi um grande presente que a cidade ganhou, principalmente para as crianças. A reação deles foi sensacional, se divertindo e podendo treinar aqui. Costa Rica é pioneira ao lado da Brasil Ride e esse é o primeiro passo para um grande sucesso”, enalteceu Raquel. O sábado foi encerrado com os oito ciclistas dando uma palestra, ao lado de Mario Roma e do treinador de Henrique Avancini, Hélio Souza.

    Treinamento - Na manhã do domingo o treinamento do Workshop da Brasil Ride encerrou o evento em grande estilo. Os embaixadores foram acompanhados por mais de 100 ciclistas locais, percorrendo um trajeto de 40 km na região. Eles saíram do centro esportivo, passaram pela Cachoeira do Parque Salto do Sucuriú, além de percorrer locais tradicionais da região, como a Pedreira Basalto, com lindos visuais. A chuva deu uma emoção a mais ao percurso, com bastante lama pelo caminho. 

    "O evento foi sensacional. Passar um fim de semana pedalando, sem o peso de uma competição, é divertido demais. Fazer o rafting, depois conhecer o pump track, duas coisas novas para mim, deram uma sensação de alegria e tranquilidade neste fim de temporada. Ainda pedalamos 40 km com muita chuva, ou seja, só tivemos aventuras. Legal demais", disse Robson Ferreira, campeão do Warm Up Santa Catarina da Brasil Ride em 2016.

    Os eventos do final de semana foram transmitidos ao vivo pela fan page da Brasil Ride - www.facebook.com/BRASILRIDE - e atingiram cerca de 125 mil pessoas.

    O 24 Horas Brasil Ride Workshop teve patrocínio da prefeitura da Costa Rica (MS). O evento é uma realização da Roma Comunicação e do Instituto Brasil Ride.

    Brasil Ride: Mais que uma prova, uma etapa em sua vida.

    Mais informações:



    Twitter: @brasil_ride

    Instagram: @brasilride

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS