Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 13 de novembro de 2017

    Circuito Pecuário – Sistema Famasul: Especialistas orientam produtores a investir em gestão produtiva

    Evento foi realizado pelo Senar/MS e pelo Sindicato Rural de Santa Rita do Pardo

    © Divulgação
    O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural realizou, nessa sexta-feira (11), o Circuito Pecuário – Sistema Famasul, na sede do Sindicato Rural de Santa Rita do Pardo. Produtores e lideranças rurais, profissionais do setor, estudantes e pesquisadores da região lotaram o auditório da entidade.

    O evento é promovido pelo Senar/MS e pelo sindicato rural, com o apoio institucional da Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS e parceria do Sebrae/MS. A finalidade é levar informações mercadológicas e de produção pecuária a produtores do Estado, norteando-os em suas tomadas de decisões diárias.

    Na abertura, o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, ressaltou o desenvolvimento local, associado ao conhecimento especializado.

    “Santa Rita do Pardo possui mais de 7,3 mil habitantes, sendo que metade vive na zona rural. O PIB do município ultrapassa R$ 245,8 milhões. Resultado que está diretamente atrelado à pecuária da região, onde o rebanho bovino ocupa o 8º lugar no ranking estadual”.

    Saito destacou, ainda, que os bons números do Agro são justificados pelo perfil empreendedor do setor. “Precisamos compartilhar conhecimento e levar tecnologia ao produtor rural, conseguindo assim suplantar a necessidade por alimentos no mundo” pontuou fazendo referência à previsão da FAO, do aumento mundial por alimentos nos próximos 40 anos.

    O presidente do Sindicato Rural de Santa Rita do Pardo, Florido Cavalli Neto, falou sobre as iniciativas da instituição. “Entre as ações que desenvolvemos podemos destacar o aumento na realização dos cursos, que em parceria com Senar/MS, eleva o desenvolvimento do município”.

    Palestras – A primeira palestra do Circuito foi ministrada pela sócia e diretora da Agrifatto, Lygia Pimentel, com o tema ‘Mercado Pecuário: aprendizados de 2017 e aplicações para 2018’. “O gerenciamento de risco não diz respeito só ao preço. Na verdade, é um processo de organizar, planejar, controlar os recursos e minimizar os efeitos de riscos de prejuízos”.

    Em seguida, o produtor rural e terceiro diretor-secretário do Sistema Famasul, André Bartocci, falou sobre ‘Os desafios e as oportunidades da pecuária’. “Para os próximos 10 anos, o produtor que quiser continuar no setor terá de fazer parte do grupo que transforma a informação em ação”, afirmou.

    Participaram do evento, o vice-presidente do Sistema Famasul, Nilton Pickler; a diretor tesoureiro da Federação, Luis Alberto Moraes Novaes; a diretora-secretaria, Terezinha Cândido; o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan; o presidente do MNP – Movimento Nacional de Produtores, Rafael Gratão; além dos presidentes dos sindicatos rurais de Bataguassu, Manoel Agripino Cecílio de Lima, e de Jateí, José Pereira da Silva.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Carla Gavilan e Ana Brito


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS