Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    23/11/2017

    ANTÔNIO JOÃO| Prefeita participa de luta que resultou na conquista de R$ 2 bi para os municípios

    Prefeita Márcia Marques acompanhada do presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski, e pelo prefeito de Rio Verde (MS), Mário Kruger © Divulgação
    A prefeita de Antônio João, Márcia Marques, participou juntamente com outros 1.700 prefeitos de todo o Brasil de mobilização organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), que resultou na conquista de R$ 2 bilhões, recursos que serão rateados entre todos os municípios brasileiros até o mês de dezembro deste ano, conforme afirmação do presidente da República, Michel Temer. Antônio João terá Apoio Financeiro de R$ 174 mil.

    Márcia Marques disse que a sua participação na Marcha dos Prefeitos em Brasília ocorreu no sentido de alinhar e fortalecer a pauta dos municípios, que hoje enfrentam a pior crise da história. “Além da conquista dos recursos já anunciados pelo presidente Michel Temer, conseguimos também apoio para a derrubada do veto que suspendia pontos da Lei 13.485. Dessa forma, os municípios poderão obter descontos para pagamento de dívidas previdenciárias, possibilitando o encontro de contas, ou seja, vamos poder pagar débitos municipais com a União fazendo descontos dos créditos que os municípios têm a receber do Governo Federal”, destacou a prefeita de Antônio João.

    Márcia ressaltou a participação maciça dos prefeitos na marcha coordenada pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski, o qual comemorou a conquista. “De tanto bater e bater, a gente conseguiu e teve a compreensão do presidente Temer. Isso demonstra mais uma vez esse espírito de fortalecimento dos nossos Municípios. A gente sabe que foi uma gotinha d’água do que foi dado aos governadores, mas, no ano que vem, vamos continuar esse diálogo com o presidente”, afirmou Ziulkoski.

    Segundo Ziulkoski, a luta dos prefeitos era para conseguir o dobro do valor, mas os R$ 2 bilhões assegurados já garantem fôlego aos municípios diante da dura crise financeira. O presidente da CNM também convocou os gestores municipais a estarem em Brasília nos dias 5 e 6 de dezembro. “Nós temos que ser firmes, nós temos que atuar fortes, mas não temos que quebrar ninguém. Portanto, essa unidade é que está nos levando a conquistas. Vamos colocar os Municípios acima de tudo”, finalizou.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS