Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 21 de outubro de 2017

    TRAGÉDIA NO ESPORTE! Fisiculturista morre após ficar em coma por lesão no braço

    Depois de uma primeira avaliação, os médicos não viram gravidade na lesão e liberaram o atleta para continuar o tratamento em casa 

    Rodolfo Torres morre após ficar em coma © Reprodução Facebook
    A morte de Rodolfo Alexis Torres deixou toda o mundo esportivo da Colômbia em choque e triste. Aos 31 anos, o atleta de fisiculturismo estava na Rússia para uma competição de sua modalidade. Após uma lesão no braço, foi internado, ficou em coma e acabou morrendo. 

    Rodolfo estava treinando quando machucou o bíceps direito, desencadeando uma hemorragia interna no local. O atleta procurou um hospital, mas chegando lá os médicos não viram gravidade na lesão e liberaram o atleta para continuar o tratamento em casa.

    Após alguns dias em casa, Torres voltou para o centro médico se queixando de muitas dores e febre, e acabou sendo internado. No quinto dia após sua internação, foi transferido para UTI, onde foi colocado em coma induzido.

    "Acreditamos que durante o procedimento ambulatório para aliviar a lesão no seu corpo, meu filho tenha contraído uma bactéria. Isso somado a uma série de negligências médicas pode ter ocasionado a morte dele", disse o pai de Rodolfo em entrevista à imprensa colombiana.

    "Foi diagnosticado uma septicemia, infecção que avançou por todo seu organismo, afetando o coração e parte do cérebro. A princípio, pensaram em amputar o braço, mas preferiram tratar com medicamentos. Os rins foram afetados e isso agravou o estado de saúde dele", concluiu, abalado, o pai de Rodolfo Torres.

    Fonte: O DIA 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS