Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/10/2017

    Santa Missa mensal celebra o dia do anjo da guarda e enaltece sua proteção

    © Divulgação
    Celebrada toda primeira segunda-feira de cada mês no Plenarinho Nelito Câmara, a Santa Missa da Assembleia Legislativa trouxe neste mês de outubro o padre Miguel de Souza Porto, da paróquia Nossa Senhora das Graças. A convite do deputado estadual Dr. Paulo Siufi, Padre Miguel falou sobre os anjos da guarda pessoais de cada um de nós, que foram enviados por Deus para nos proteger e amparar.

    O pároco iniciou a missa pedindo intercessão dos anjos da guarda. “A Igreja hoje nos fala da realidade dos anjos, que faz parte da teologia da Igreja e que está dentro do ensinamento católico, no Cristianismo, no Islamismo e no Judaísmo, todos têm essa realidade angelical, mas com aspectos diferentes, claro! Essas três grandes religiões monoteístas creem nos anjos”, explicou Padre Miguel.

    O padre lembrou que quando somos concebidos, Deus envia para cada um de nós um anjo, que é um ser espiritual, desprovido de corpo físico, designado pelo Senhor para cuidar das pessoas individualmente. “Deus cuida de nós de forma tão particular, que nos envia um anjo particular para cada um, pois Ele nos vê, não como uma massa, e sim como um indivíduo com sua própria história. Por isso, devemos ter o coração atento aos nossos anjos e consagrá-los diariamente”, afirmou o celebrante.

    Ao final, padre Miguel abençoou todos os funcionários da Casa de Leis, parlamentares e visitantes, lembrando a todos que é preciso aprender a abençoar as pessoas de nosso convívio. “Independente do que possa estar acontecendo, temos sempre que abençoar nosso semelhante, e nunca amaldiçoá-lo. São Pedro diz que somos herdeiros da bênção: ‘não pagueis o mal com mal; não pagueis ofensa com ofensa; mas abençoai’. Porque aquilo que fazemos nós recebemos em troca. É a lei do eterno retorno”.

    O deputado Dr. Paulo Siufi agradeceu a presença do pároco da Igreja Nossa Senhora das Graças e todos os presentes. “É um motivo de satisfação para nós, enquanto católicos, ter essa celebração mensal. Este mês de outubro se inicia com o dia do anjo da guarda e é o mês do missionário, e aqui nós temos muitos amigos que são missionários em suas paróquias e comunidades. Cada vez mais, vamos professando nossa fé e propagando as palavras de Jesus Cristo, o Santo Evangelho, para que possamos mudar o mundo lá fora. Não apenas em nosso ambiente de trabalho ou em nossa família, mas para aqueles que não têm a oportunidade de conhecê-la”, relembrou o parlamentar.

    “Nós temos o nosso anjo da guarda pessoal, que foi designado por Deus. Mas temos também pessoas que fazem parte do nosso convívio e que são como anjos para nós. Que nos defendem, brigam por nós. São nossos colaboradores e amigos em vida. Devemos pedir por eles e agradecer a proteção dos nossos anjos”, acrescentou Dr. Paulo Siufi.

    O parlamentar falou ainda sobre os novos comportamentos da sociedade. “O mundo está moderno demais. E a Igreja é muito clara. Tem uma Bíblia, que foi escrita por discípulos e apóstolos que deixaram uma mensagem que nunca mudou. E essa mensagem cristã deveria ser a essência de nossos dias. Não podemos perder isso”, disse o deputado. 

    A palavra anjo significa “enviado, mensageiro divino”. Sua celebração no dia 2 de outubro foi fixada pelo Papa Clemente X em 1670, mas começou na Espanha, no final do ano 400, propagando-se por toda a Europa em poucos séculos. Nesse dia a Igreja faz memória aos anjos protetores de cada pessoa, conforme prega o Catolicismo.


    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS