Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 16 de outubro de 2017

    Prefeitura inicia instalação de lâmpadas de led em linhas de ônibus da Capital

    Serão instaladas 14,5 mil lâmpadas, que são mais econômicas e duráveis

    Lâmpadas começaram a ser instaladas hoje - Divulgação / PMCG
    Prefeitura de Campo Grande iniciou hoje a instalação de aproximadamente 14,5 mil lâmpadas de led nos corredores de ônibus de Campo Grande. Serviço começou a ser feito no Jardim Los Angeles e previsão é que sejam substituídas, em média, 60 a 80 lâmpadas por dia.

    Conforme a Prefeitura da Capital, quatro equipes de manutenção foram contratadas para fazer o serviço e trocarão as lâmpadas de sódio de 250 watts por led de 40 watts, na iluminação pública.

    Expectativa é que 80% dos corredores de ônibus da cidade, que se estendem por 13 quilômetros, recebam as lâmpadas, que são mais econômicas e têm maior durabilidade, se comparadas as convencionais.

    As lâmpadas retiradas serão reaproveitadas em outras regiões da cidade, para substituir as que estiverem queimadas.

    Conforme planejamento da Divisão de Iluminação Pública, das 16.126 lâmpadas disponíveis, 10% ficarão como reserva técnica para eventual reposição. Serão instaladas efetivamente 14.513 lâmpadas, sendo 13.598 de 40 W nas linhas de ônibus e 965, de 165 W, reservadas para completar o serviço na Avenida Afonso Pena, que recebeu 160 lâmpadas na primeira etapa da instalação, em 2016.

    EMBARGO

    As lâmpadas de led estão estocadas em containers no pátio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos desde setembro do ano passado, quando o Tribunal de Contas do Estado (TCE) cancelou o contrato firmado com a empresa fornecedora.

    No dia 28 de junho, a atual gestão ingressou com Embargo de Declaração no TCE solicitando liberação para instalação destas 16.126 lâmpadas.

    No dia 12 de julho, o TCE publicou no Diário Oficial a autorização para que a prefeitura instalasse as lâmpadas. Foi feito então um acordo judicial, com participação do Ministério Público, que resultou na rescisão do contrato com a fornecedora e a prefeitura assumiu o compromisso de instalar as lâmpadas com quatro equipes próprias, que na época ainda não existiam.

    Fonte: CE
    Por: GLAUCEA VACCARI


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS