Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 18 de outubro de 2017

    Onevan, prefeita e vereadores pedem que TRE reveja extinção de zona eleitoral de Iguatemi

    Presidente do TRE/MS se comprometeu em reanalisar resolução que alterou zona eleitoral para Eldorado

    © Divulgação
    O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Onevan de Matos (PSDB), discutiu com a presidente do TRE/MS, desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, a possibilidade da revisão da resolução da corte que extinguiu a 25ª Zona Eleitoral de Iguatemi – a qual passará a ser atendida pela Zona Eleitoral de Eldorado.

    © Divulgação
    Participaram da reunião os vereadores Jesus Milante de Santana (presidente da Câmara), Zé da Deda (Jose Moreira dos Santos), Miriam Krenczynski, Ricardo Ribeiro de Souza, Jean Stefanes Franca, Rose Caprioli e Valdemar Souza Cruz, o procurador jurídico Atinoel Luiz Cardoso e o deputado estadual Lídio Lopes.

    Revisão – As lideranças políticas explicaram à presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul a necessidade da revisão da resolução, especialmente em razão da possível dificuldade para o acesso à Justiça Eleitoral, decorrente da distância a ser percorrida pelos jurisdicionados.
    © Divulgação
    Patrícia Margatto pontuou, em complemento, que o prédio do cartório eleitoral de Iguatemi é extremamente novo, moderno e conta com o apoio da Prefeitura Municipal para o atendimento dos cidadãos, além do fato de ser de propriedade do Poder Judiciário – o que não acarreta custos de locação.

    TRE/MS – Tânia Garcia de Freitas Borges explicou os procedimentos determinados pelo TSE e que foram utilizados para a extinção das zonas eleitorais, assegurou que os serviços básicos aos eleitores serão mantidos no posto de atendimento que permanecerá funcionando em Iguatemi, todavia, afirmou que reunirá o grupo de estudos da corte eleitoral para avaliar a possibilidade de rever a decisão que extinguiu a 25ª Zona Eleitoral de Iguatemi.

    “Tivemos uma audiência muito franca com a Dra. Tânia, que expôs a motivação para a extinção da Zona Eleitoral de Iguatemi, mas se comprometeu em reavaliar a decisão junto com sua equipe administrativa. Saímos com uma boa expectativa quanto à possibilidade da decisão ser revista”, resumiu o deputado estadual Onevan de Matos.

    Resolução – O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul editou as Resoluções 603/2017 e 606/2017, às quais reorganizou as circunscrições e extinguiu algumas zonas eleitorais de Mato Grosso do Sul – dentre elas a do município de Iguatemi.


    © Divulgação

    Fonte: ASSECOM
    Por: Fernando Ortega


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS