Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 27 de outubro de 2017

    Famasul 40 anos: evento celebra união e história do setor produtivo de MS

    © Divulgação
    A Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS realizou, nessa quinta-feira (26), uma cerimônia em comemoração aos 40 anos da fundação da entidade. Durante o evento, marcado pela emoção e alegria dos produtores, lideranças rurais e políticas presentes, também foi apresentado o livro: ‘Celeiro de Fartura: a história dos 40 anos da Famasul”.

    Emocionado, o presidente da Federação, Mauricio Saito, destacou a importância da união do setor produtivo. “Atualmente, a Famasul participa de mais de 130 conselhos, comissões e comitês relacionados ao agro, isso demonstra a representatividade dos nossos produtores rurais”.

    Saito acrescentou, ainda, ao público formado por mais de 300 pessoas, as ações de responsabilidade social do Sistema Famasul. “Além da expressividade dos números, produção e produtividade, a pujança do agro também é conferida nos programas como o Agrinho, que trabalha com as crianças das escolas públicas temas relacionados ao meio ambiente, alimentação saudável, sustentabilidade, com a proposta de conectar o campo e a cidade”, acrescentou Saito, referindo-se ainda ao programa Agrinho, do Senar/MS e Famasul, que este ano teve a participação de mais de 180 mil crianças.

    Em homenagem aos ex-presidentes da Federação, Saito destacou o legado das lideranças. “Para chegarmos até aqui tivemos a contribuição e doação de todos os presidentes e suas diretorias que passaram pela Famasul nessas quatro décadas. Cada um, do seu modo, enfrentou os desafios da sua época”, finalizou o presidente, perguntando ainda: “Como será daqui para frente?”

    O presidente da CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, afirmou que Mato Grosso do Sul é exemplo de sindicalismo rural para o país. “Temos que tornar as entidades cada vez mais eficiente e competentes. Precisamos da união para resolvermos as demandas do setor e, assim, garantir às futuras gerações um País melhor”.

    O secretário de Governo de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, que também foi presidente da Famasul, retratou a representatividade rural. “Conheço poucas pessoas tão comprometidas com o coletivo como o Maurício, e a entidade tem muito deste perfil de unir, de integrar. O que vejo é que a história de MS está bastante alinhada a trajetória da Casa Rural, construímos exemplos para o pais inteiro”.

    A deputada federal, Tereza Cristina Corrêa Dias, enfatizou ações de capacitação de lideranças desenvolvidas pelo Sistema Famasul, como o programa, Líder MS, o qual ela foi aluna da primeira edição. “Este programa de empreendedorismo foi importantíssimo para a Casa. Evoluímos muito, em pouco tempo e esta instituição está contribuindo fortemente para o desenvolvimento do Estado”.

    Lançamento do Livro – O presidente da Famasul, Mauricio Saito, iniciou o lançamento da Obra, escrito pela jornalista, Juliana Feliz, entregando um exemplar para os ex-presidentes.

    Em seu discurso de agradecimento, o ex-presidente, Leôncio Brito, falou da trajetória dos nove presidentes que passaram pela Federação: Sylvio Amado; Otair Ávila; José Metello; José Armando Amado; Ademar Silva Junior; Eduardo Riedel; Nilton Pickler (atual vice-presidente da Famasul) e Mauricio Saito.

    “Agradeço a honra e responsabilidade de representar essas diretorias que trabalharam para fazer deste setor ‘o negócio’ brasileiro. Senão fosse a participação dos produtores, através dos valorosos sindicatos, não chegaríamos com a convicção de dias melhores que temos hoje”, destacou.

    Durante o evento, o presidente da Famasul foi homenageado pelo superintendente do Banco do Brasil, Gláucio Fernandes, por seu protagonismo no meio rural e pelas parceiras com os produtores rurais de Mato Grosso do Sul.

    Estiveram presentes o diretor do Senar Central, Daniel Carrara, o superintendente Técnico da CNA, Bruno Lucchi; o Assessor da Comissão de Assuntos Fundiários da CNA, Ciro Siqueira; o diretor tesoureiro da Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes; a diretora-secretária, Terezinha Candido; a segunda diretora tesoureira, Thais Carbonaro Faleiros Zenatti e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan.

    Participaras, ainda, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual, Junior Mochi; o presidente da Fiems – Federação das Indústrias de MS, Sérgio Longen; o presidente do CRMV/MS, João Vieira Neto; o diretor técnico da Famasul, Renato Roscoe e o diretor financeiro da Federação, Clodoaldo Martins.

    Prestigiaram o evento o secretário de Infraestrutura, Marcelo Miglioli; o reitor da UFMS, Marcelo Turini; o chefe geral interino da Embrapa Gado de Corte, Ronei Manede e o chefe geral da Embrapa Pantanal, Jorge de Lara; o superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça; do presidente da Fundação, Luciano Muzzi; o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto e o presidente do OCB/MS, Celso Régis.

    Também estiveram na solenidade presidentes e representantes dos Sindicatos Rurais de MS. 

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS