Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/10/2017

    Coronel David cobra realização de concurso para suprir falta de peritos oficiais forenses em MS

    O parlamentar pediu a realização do certame para aumentar o quadro de peritos criminais, peritos médico-legistas e agentes de polícia científica

    © Denílson Secreta
    Sempre atento às demandas da segurança pública, o deputado estadual Coronel David (PSC) fez uma indicação durante sessão ordinária desta quinta-feira (28) para atender as reivindicações do sindicato dos Peritos Oficiais Forenses de Mato Grosso do Sul. 

    No documento encaminhado ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário de segurança José Carlos Barbosa, o parlamentar solicita a contratação de pessoal e a viabilidade da realização de concurso público, visando suprir a deficiência de servidores para as funções de perito criminal, perito médico-legista e agente de polícia científica, em MS.

    “Estamos fazendo essa solicitação para atender a categoria com o intuito de melhorar a estrutura e as condições de trabalho dos peritos e agentes de polícia científica. Todos sabem que os problemas no interior são constantes, pois existem poucos peritos criminais para realizar os exames necessários, frustrando os familiares dos entes queridos que já passam por um momento de dor e ainda sofrem com a demora na liberação dos corpos pela falta destes profissionais. Vou cobrar o Executivo Estadual para atender os pedidos da Coordenadoria Geral de Perícias melhorando assim o atendimento à população do nosso Estado”, disse Coronel David.

    Para o presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais de Mato Grosso do Sul (Sinpof-MS), Saule Viganó Neto, o apoio do parlamentar é fundamental para garantir os interesses da categoria. “Agradeço a parceria do deputado Coronel David que sempre esteve atento às nossas reivindicações e esperamos que ele possa nos ajudar cobrando o Governo do Estado na celeridade de um concurso público, melhorando as condições de trabalho dos peritos e gerando mais qualidade no atendimento à sociedade sul-mato-grossense”, disse o presidente.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS