Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 6 de setembro de 2017

    Três ministros do STF defendem anular delação da JBS

    Os magistrados acreditam inclusive que não é necessário esperar por uma iniciativa da Procuradoria Geral da República (PGR) para que isso seja feito

    © DR
    O empresário Joesley Batista, dono da JBS, corre sério risco de perder todos os benefícios de sua delação premiada e de ser preso, após o vazamento dos áudios em que ele sugere sair em busca de evidências contra ministros do Supremo Tribunal Federal.

    A informação adiantada pela coluna da jornalista Mônica Bergamo da Folha de S. Paulo, dá conta de que pelo menos três ministros do Supremo querem o cancelamento da delação premiada da empresa, em acordo firmado em maio com o Ministério Público Federal.

    "Os magistrados acreditam inclusive que não é necessário esperar por uma iniciativa da Procuradoria Geral da República (PGR) para que isso seja feito. Basta que algum magistrado da corte levante a questão", publicou Bérgamo.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS