Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    29/09/2017

    TRÊS LAGOAS| Ivan Carrato é eleito presidente do Sindicato Rural

    Meta de Ivan é a gestão na propriedade rural e o fortalecimento com os sindicalistas e a comunidade em geral


    Ivan Carrato assume a presidência do Sindicato Rural no dia 31 de outubro. © Divulgação
    Ivan Roberto Carrato Júnior, nascido em Três Lagoas no dia 11 de setembro de 1963, será o próximo candidato a ocupar a vaga do atual presidente do Sindicato Rural de Três Lagoas, Marco Garcia. Com 75 votos, todos favoráveis a chapa, a posse será no dia 31 de outubro. Em 2014, na eleição de Marco Garcia, 67 sócios votaram.


    Marco Garcia, atual presidente do Sindicato Rural de Três Lagoas © Divulgação

    Há nove anos, participando do Sistema Sindical, Ivan adquiriu grande experiência em três diretorias. “Já passei pelas chapas dos eternos presidentes, Dr. Domingos, Pascoal Secco e com Marco Garcia. Candidatei-me ao cargo de presidente do Sindicato Rural e vim amadurecendo a ideia, convidando alguns colegas e amigos que possam somar comigo”, conclui Carrato.

    © Divulgação
    Ivan tem uma união estável de mais de 20 anos com Cláudia Maria Peres Tabox. Pai de três filhos, sendo uma filha de 30 anos, um filho de 28 anos e uma filha de 15 anos, a família para ele é um bem precioso e o motiva diariamente.

    Filho de Ivan Roberto Carrato (in memoriam) e Maria Ignez Moreira Carrato, Ivan Júnior tem mais uma irmã e um irmão. O amor pelo campo sempre esteve muito ligado aos princípios dessa família.

    Planos

    Uma das metas da diretoria de Ivan Carrato é poder proporcionar ao produtor rural, consultorias, via Sindicato Rural de Três Lagoas. “Vejo a dinâmica que o Marco Garcia tem e como ele resolve os problemas com total foco. Formei uma chapa com pessoas jovens, que querem estar seguindo essa dinâmica, acompanhando as novas tecnologias de comunicação e informação e a experiência dos mais velhos, que viveram na prática e que vieram somar comigo. Dentro da mesma equipe vamos ter pessoas que estão no campo, estão aposentadas, que não viveram da atividade e aqueles jovens que estão aprendendo, que são filhos de pecuaristas e estarão somando com nós”, ressalta Ivan.

    Alguns projetos já estão sendo criados com o foco no jovem. Durante a Expotrês, que ocorreu em junho de 2017, o Encontro de Jovens da Agropecuária, onde mais de 300 jovens tiveram a oportunidade de trocarem experiências, foi destaque, contribuindo com o desejo de Ivan Carrato.

    © Divulgação
    “O que me deu mais força de chamar os jovens para essa chapa foi que eu vinha no auditório do Sindicato Rural e presenciava muitos jovens aprendendo. Percebi que eles querem trabalhar e aprender. Nada mais justo do que unir a nossa experiência e a agilidade deles. Pretendo colocar técnicos aqui dentro e fazer uma dinâmica de produtividade muito alavancada”, frisa Ivan.

    Um dos grandes projetos de Carrato, junto com a diretoria, é a inauguração do SEATeG - Suporte Especializado na Assistência Técnica e Gerencial. “O produtor, associado ou não, terá um local adequado para ser assistido, desde que ele participe de algum programa do SENAR. Os programas são: o Hortifrúti, a Piscicultura, o Mais Inovação e o Mais Leite. O SENAR devolve ao produtor aquilo que ele já contribuiu. Se eu não tiver a ideia vindo do produtor rural, do sócio, não consigo desenvolver. Pretendo fazer uma gestão participativa”.

    Composição da chapa

    DIRETORIA

    EFETIVOS 

    Ivan Roberto Carrato Júnior 

    Ruy Luiz Falco Filho 

    José Luiz Galvani

    Kennides Martins Batista Filho

    Sílvio Miura

    Pedro Rodrigues Dias Júnior

    Suplentes

    Luís Antônio Ribeiro

    Leda Garcia de Souza

    Antônio Viana Camargo Garcia

    CONSELHO FISCAL

    EFETIVOS 

    Adir Pires Maia 

    Marcos Ribeiro de Paula 

    Sthéphanie Ferreira Vicente

    SUPLENTES

    Oracilda Alves de Freitas

    Aírton Viana Montechi

    DELEGADOS REPRESENTANTES

    EFETIVO 

    José Luiz Galvani 

    SUPLENTE

    Domingos Martins de Souza

    Fonte: ASSECOM
    Por: Rafael Furlan


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS