Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 11 de setembro de 2017

    Professor de teatro é preso suspeito de estuprar aluno de 12 anos

    Ele teria confessado o crime

    © Arquivo
    Suspeito de abusar de menino de 12 anos, um professor de teatro de 55 anos foi preso em flagrante na madrugada de domingo (10) após a mãe da vítima registrar um boletim de ocorrência. O adolescente seria aluno do autor há cerca de 1 ano e já teria se afastado outras vezes por sofrer abusos, mas retornava o contato com medo de perder a vaga nas aulas.

    De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), ao chegar em casa na noite de sábado (09) a mãe do adolescente teria percebido um comportamento estranho no filho que estaria mexendo muito no celular. Quando o menino adormeceu a mulher então resolveu olhar o aparelho e constatou uma troca de mensagens obscenas entre o garoto e o professor.

    A mãe então questionou o adolescente sobre o que teria acontecido e o menino então contou, que no sábado ao voltar da aula como de costume, o professor teria dado carona a ele. No meio do caminho então o autor teria parado o carro e pediu ao garoto para baixar a bermuda, e teria praticado sexo oral nele.

    Ainda segundo Lauretto, a mulher procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) que fica na região central, onde entregou o celular do filho e registrou o boletim de ocorrência. Foi quando o delegado de plantão fez o pedido de prisão em flagrante.

    O homem de 55 anos é casado e foi preso por volta das 3h do domingo em sua residência e teria confessado o crime sem dar detalhes. Na casa do suspeito foram apreendidos o celular, um computador, um pendrive e dois hd’s externos. A polícia aguarda autorização judicial para analisar todos os equipamentos recolhidos.

    Na manhã desta segunda-feira (11), o autor passou por uma audiência de custódia onde foi determinada a prisão preventiva e ele encaminhado ao Instituto Penal de Campo Grande.

    A acusação é de estupro de vulnerável cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão em caso de condenação.

    Outros abusos

    Conforme as informações, o menino teria dito que sofreu abusos em outras ocasiões e chegou a se afastar do professor, mas por medo de perder as aulas de teatro se reaproximava e então sofria os abusos.

    Sobre outras vítimas, o delegado informou que não chegou ao conhecimento dele nenhuma outra situação de abuso, mas pede aos pais que tinham filhos em contato com o professor que conversem com eles e caso haja algum relato procurem a polícia para fazer a denúncia.

    Fonte: Midiamax
    por: Ana Paula Chuva e Aline Machado


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS