Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 10 de setembro de 2017

    Prefeito 'fenômeno', Waldeli se reúne com cúpula do PR para discutir candidatura ao Governo

    Partido vai reunir diretórios municipais em outubro para debater candidatura própria em 2018

    Foto: Edilene Borges
    Após grande expectativa, o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (PR), se reuniu com o presidente estadual do PR, Londres Machado, e com o presidente municipal do PR em Campo Grande, deputado estadual Paulo Corrêa, para expor a sua vontade de sair candidato a governador do Estado nas eleições de 2018. O encontro aconteceu na última segunda-feira (4), mas foi mantido em segredo até agora.

    Ficou acordado que o PR irá realizar uma reunião em outubro com representantes dos 79 diretórios municipais para que Waldeli possa comunicar aos filiados sua candidatura ao governo do Estado. Será a primeira vez desde a divisão do Estado que o PR pode lançar um candidato próprio na sucessão estadual. Em 2014, o PR lançou o ex-deputado Londres Machado candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo ex-senador Delcídio do Amaral ao governo. 

    Paulo Corrêa afirmou que Waldeli tem todo o direito de pleitear a sua candidatura e que o partido está aberto para o debate. “Em outubro, Waldeli vai falar com os diretórios municipais. Em dezembro, ele vai tomar a decisão pessoal se vai ser candidato. Para ser candidato ao governo é necessário vontade pessoal, autorização da família e dinheiro para a campanha”, destacou. 

    O presidente estadual do PR, Londres Machado, destacou que Waldeli é um bom quadro e tem se destacado na liderança. Mas ainda não é o momento para se discutir as eleições ao governo. “Está muito cedo ainda. Isso tem que ser discutido no momento certo. Essa discussão passa pelo partido e seus integrantes”, disse.

    Em entrevista ao site TopMídiaNews, Waldeli disse que, se for candidato, irá esperar até o último dia exigido pela justiça eleitoral para que possa renunciar ao cargo de prefeito para ser candidato ao governo. Waldeli dos Santos Rosa também afirmou que está disposto a sair do partido caso seja necessário para viabilizar a sua candidatura. “Ainda é cedo para tomar uma decisão nesse sentido. Se por acaso decidir entrar em campanha, vou anunciar em 30 de março, última data permitida pela lei. Até lá, vou namorar todos os segmentos. Convite oficial existe do PRP e do PMDB, e existe conversação com outros partidos”, explicou.

    Fonte: TopMídiaNews
    Por: Airton Raes e Diana Christie


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS