Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 15 de setembro de 2017

    Lista surpreendente: Tite convoca Arthur, Tardelli, Danilo e Fred para a Seleção

    Com seis novidades em relação aos últimos jogos, técnico convoca quatro jogadores pela primeira vez, dá nova chance a Diego, do Flamengo, e deixa velhos intocáveis Fagner e Giuliano fora

    Tite e Edu Gaspar durante coletiva da seleção brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
    Na antepenúltima convocação antes de anunciar os 23 da Copa do Mundo, Tite surpreendeu. Nas partidas contra Bolívia e Chile, nos dias 5 e 10 de outubro, pelas eliminatórias, a seleção brasileira terá quatro jogadores chamados pela primeira vez pelo atual técnico: o lateral-direito Danilo (Manchester City), os volantes Arthur (Grêmio) – estreante na Seleção – e Fred (Shakhtar Donetsk), e o atacante Diego Tardelli (Shandong Luneng). O meia Diego, do Flamengo, também está de volta.

    Sem maiores explicações, Tite convocou 24 atletas dessa vez, um a mais do que o habitual. Em relação à última convocação, entraram Danilo, Jemerson, Arthur, Fred, Diego e Diego Tardelli, e saíram Fagner, Rodrigo Caio, Giuliano, Luan e Taison. Entre os ausentes, Fagner e Giuliano haviam estado presentes em todas as listas anteriores possíveis do treinador.

    Tite admitiu que Diego não está em sua melhor fase no Flamengo, mas elogiou sua desenvoltura na seleção brasileira disse apostar na função que ele pode exercer em sua equipe.

    – O Diego iniciou a temporada muito bem e teve participações muito boas na Seleção. É um armador, tem função de articulação, põe a camisa do Brasil e se sente confortável. Ela não fica pesada, não inibe, não constrange. A nove meses da Copa do Mundo, tenho que ter um jogador que sinta o peso da responsabilidade, o medo, mas dê um passo à frente. Mesmo não estando na plenitude de sua forma, depois da lesão, mas na Seleção ele desempenha a função em alto nível.

    Ao comentar a convocação de Diego Tardelli, o técnico se lembrou de Dunga, que havia convocado o atacante do Shandong Luneng, e destacou seus números atuais.

    – O Diego Tardelli tem uma história muito boa dentro da Seleção. É um legado do Dunga. Eu o enfrentei no Atlético-MG, era um terror jogar contra. E está com números extremamente expressivos. Nos últimos quatro meses, foram 11 gols em 13 jogos. Ele joga de externo ou por dentro – afirmou Tite, com auxílio do analista de desempenho Fernando Lázaro, coordenador do CPA (Centro de Pesquisa e Análise).

    A seleção brasileira garantiu de forma antecipada a classificação para a Copa do Mundo da Rússia, além da primeira colocação nas eliminatórias. A equipe de Tite soma 37 pontos e tem dez a mais do que o Uruguai, segundo colocado com 27 pontos. Os próximos adversários do Brasil têm situações distintas. A Bolívia não tem mais chances de classificação, e o Chile ainda luta por vaga direta no Mundial ou, pelo menos, a repescagem.

    Durante a coletiva de imprensa, o coordenador de seleções, Edu Gaspar, afirmou que o jogador que levar cartão vermelho no jogo contra o Chile automaticamente estará suspenso da primeira partida da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Porém, quem acumular o segundo cartão amarelo não ficará impedido de jogar na primeira rodada do Mundial.

    Com a classificação confirmada à Copa de 2018 e atualmente ocupando o segundo lugar no ranking da Fifa – a Alemanha está na liderança –, o Brasil será um dos cabeças de chave na Rússia. A Fifa divulgou nesta quinta-feira o critério para escolher os cabeças de chave. Assim como nos últimos dois Mundiais, o ranking de outubro (a ser divulgado no dia 16/10) será definitivo para o sorteio. Os sete primeiros colocados, mais a Rússia (país-sede), terão o privilégio na cerimônia marcada para o dia 1º de dezembro, em Moscou.

    Confira a lista de convocados:

    Goleiros: 
    Alisson (Roma)
    Cássio (Corinthians)
    Ederson (Manchester City)

    Zagueiros: 
    Marquinhos (PSG)
    Miranda (Inter de Milão)
    Thiago Silva (PSG)
    Jemerson (Monaco)

    Laterais: 
    Daniel Alves (PSG)
    Danilo (Manchester City)
    Marcelo (Real Madrid)
    Filipe Luis (Atlético de Madrid)

    Meias: 
    Arthur (Grêmio)
    Diego (Flamengo)
    Casemiro (Real Madrid)
    Fernandinho (Manchester City)
    Paulinho (Barcelona)
    Renato Augusto (Beijing Guoan)
    Philippe Coutinho (Liverpool)
    Willian (Chelsea)
    Fred (Shakhtar Donetsk)

    Atacantes: 
    Diego Tardelli (Shandong Luneng)
    Neymar (PSG)
    Gabriel Jesus (Manchester City)
    Roberto Firmino (Liverpool)

    Fonte: G1
    Por Alexandre Lozetti e Edgard Maciel de Sá, Rio de Janeiro


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS