Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 5 de setembro de 2017

    ITAPORÃ| Prefeito Marcos Pacco vistoria fase final da Creche da Grande COHAB

    © Divulgação
    O prefeito Marcos Pacco, esteve na manhã desta segunda feira (04/09), vistoriando o andamento das obras da Creche do Jardim Santa Terra.

    Ao longo dos últimos 90 dias, esta iniciativa fez parte da agenda do prefeito, em vários momentos, onde constantemente o prefeito e os vereadores acompanharam os andamentos dos trabalhos desta obra que já se encontra em fase final de acabamento.

    Desta feita, Marcos Pacco esteve no local acompanhado do vice-prefeito Roberto Marsura, do presidente da câmara Marcio Roberto Machado, o e dos vereadores Ademir de Freitas, Lourdes Struziatti, Marley dos Santos, Givanildo Rondina, Adriano Martins, Mattos, Cascatinha e Celia Frota.

    Para quem viu as obras se deteriorando nos últimos quatro anos, hoje tem a grata surpresa de ver um prédio em fase final de conclusão, com toda sua estrutura recuperada para atender bem as crianças.

    Pacco reiterou a participação efetiva do executivo, legislativo, arquitetos e agentes públicos do município, que desde o primeiro momento vem acompanhando Incisivamente o andamento desta obra que é uma questão de honra entregá-la à população.

    Contrariando algumas criticas e questionamentos por parte da oposição, o prefeito Marcos Pacco ao assumir o mandato reiterou seu compromisso de campanha em terminar a Creche, e para isso, usou de máxima transparência, fazendo todos os encaminhamentos ao ministério publico sobre o travamento da obra.

    Início da Creche

    A Creche que será nominada Centro Educação Infantil Milton Menani, teve inicio no segundo mandato do prefeito Marcos Pacco, através de um programa do Governo Federal o que na época foi aceito pelo executivo municipal entendendo que seria de grande benefício para a região da Grande COHAB. Posteriormente após as assinaturas do convênio, esta Creche tornou-se uma dor de cabeça aos municípios contemplados, pois os recursos não eram suficientes e no caso de Itaporã levou mais de dois anos de uma liberação à outra. Na sua grande maioria os municípios tiveram que realizar contrapartida financeira em torno de R$ 350.000,00, existindo ainda centenas de creches espalhadas pelo Brasil sem o término, algumas chegaram a ser devolvidas ao Governo.

    "Nunca me omiti em responder qualquer questionamento sobre esta obra, inclusive quando instauraram a CPI da Creche, não me esquivei em dar informações, sobre a verdade dos fatos que na época inviabilizaram o termino da obra". Estou ansioso pra entrega-la à comunidade, pois, esta é a finalidade da Creche, ser útil à população, e não apenas um instrumento de ataque politico que durou quatro anos. Finalizou o prefeito.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS